MICROCRÉDITO – Com R$ 3 mil do Banco do Povo, casal melhora espaço de festas e eventos na zona leste de Porto Velho

0
534
Maria Aldenora reforma casa que usa para festas de batizado, casamento e formaturas


A cearense Maria Aldenora Delmiro dos Santos nunca teve antes a experiência comercial de hoje: alugar o espaço de sua casa para famílias, empresas e entidades, no bairro Socialista (zona leste) em Porto Velho. No entanto, desde o final de 2017, ela estreou nesse ramo de negócio.

Ali já aconteceram festas de aniversário, batizados, casamentos, formaturas e reuniões de grupos religiosos.

Antes “do lar”, essa senhora mãe de dois filhos adotou Raiane, de 22 anos, que também ajuda na empresa. Com R$ 3 mil de microcrédito obtidos no Banco do Povo de Rondônia a 2% de juros mensais, ela entrou “com a cara e a coragem” no negócio. Segundo o agente Rubem Silva, o dinheiro foi liberado na modalidade grupo solidário.

A empresa chama-se Lulu & Dodô Aluguéis e fica na Rua Larimar nº 8754, tendo como sócios Maria Aldenora e o marido Lucivaldo Chaga dos Santos.

O primeiro empréstimo possibilitou a aquisição de dois balcões, pias, sinuca, aplicação de cerâmica e reforma em dois banheiros.

“Isso aqui é bairro de cearenses! Tem mais gente de sucesso por aqui”, ela conta orgulhosa dos  conterrâneos  que migraram também para Rondônia.

Lembra que o bairro reúne outros microempreendedores dos ramos de salgados, massas, panificados e costura alguns deles também financiados pelo banco. “A prestação deste mês eu vou pagar um dia adiantada”, anuncia.

Quando veio de Cascavel (CE) em 2002, Maria Aldenora dedicava-se inteiramente às tarefas de casa. Com o número do telefone pintado no carro utilitário e a propaganda feita por usuários, a clientela tem sido frequente.

O casal também faz locação de mesas e cadeiras. O espaço da pequena empresa onde cabem cem pessoas tem piscina, churrasqueira e agora receberá nova pintura. Os aluguéis custam R$ 300, das 8h à meia-noite, e R$ 400 por 24 horas.

O que mais a senhora vai fazer? – perguntamos. “Sonhamos com um caminhãozinho aberto para transportar cadeiras e mesas; a piscina precisa ter uma cor mais bonita, atraente; o piso pede cerâmica, na frente vamos baixar a calçada e construir um estacionamento”, responde.

Agência no bairro Socialista: créditos para pequenos

“Tudo isso tem prazo até 2019”, acrescenta entusiasmada.

PARA OBTER FINANCIAMENTO É PRECISO:

► Trabalhar por conta própria há mais de seis meses, registrado ou não.
► Residir há mais de dois anos em Rondônia e desenvolver atividade econômica.
► Não estar registrado no SPC e/ou Serasa.
► Desenvolver atividade que não prejudique o meio-ambiente e nem se caracterize delituosa.

► Não ter alcançado faturamento bruto anual superior a R$ 60 mil.
► Apresentar avalista (garantias) – pessoa física sem restrições ao SPC e Serasa e que comprove capacidade de pagamento.

Em um ano de atividades na zona leste, o  Banco do Povo liberou R$ 800 mil. A maioria dos usuários aplica o crédito para investir em seus empreendimentos – capital de giro para aquisição de mercadorias e de equipamentos em geral. O agente Rubem Silva reforçou que atende moradores do Residencial Orgulho do Madeira, seu entorno, e toda região da zona leste.

A agência funciona na Rua Placido de Castro nº 8527, Bairro Socialista. Seu telefone é: 3226-9446.

Leia mais
Microeempreendedores saem “do nada” e impulsionam negócios na zona leste
Mais dois municípios de Rondônia contarão com a moeda social
Mais de 40 mil pessoas já foram beneficiadas pelo Banco do Povo


Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Assessoria Banco do Povo e Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments