Menina de 13 anos foi obrigada a fazer tatuagem com nome do pai que a estuprava

Uma mulher de 33 anos foi presa suspeita de permitir que o próprio marido estuprasse as duas filhas de 11 e 13 anos, no município de Maués, no interior do Amazonas.

A adolescente de 13 anos, além de ser estuprada, foi obrigada a tatuar o nome do homem no braço. Os abusos ocorriam há mais de 4 anos e só foram descobertos após o Conselho Tutelar do município receber denúncias anônimas.

O suspeito ainda está foragido e a mãe das vítimas foi detida. As meninas vão passar por acompanhamento psicológico. As buscas pelo suspeito continuam.

Fonte: Portal Holanda

Facebook Comments