Membro do TCE-RO é homenageado no bicentenário da heroína Anita Garibaldi

O Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO), por seu conselheiro Edilson de Sousa Silva, foi homenageado pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE-SC) nesta quarta-feira (11/8), durante sessão especial telepresencial em comemoração ao bicentenário de nascimento da heroína brasileira Anita Garibaldi, a ser celebrado em 30 de agosto.

A sessão especial, que foi transmitida ao vivo pelo YouTube, integra o calendário dos eventos comemorativos pelos 65 anos do TCE catarinense. A homenagem prestada ao conselheiro Edilson de Sousa e também a outras oito autoridades de órgãos de controle se deu pelos relevantes serviços prestados por eles ao Sistema de Controle Público Brasileiro, ao combate à corrupção e ao aprimoramento das relações institucionais.

Foram homenageados: os presidentes do Tribunal de Contas da União (TCU), ministra Ana Arraes; do Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais de Contas (CNPTC), conselheiro Joaquim Castro Neto (TCM-GO); da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), conselheiro Fábio Nogueira (TCE-PB); da Associação Brasileira dos Tribunais de Contas dos Municípios (Abracom), conselheiro Thiers Montebello (TCM-RJ); do Instituto Rui Barbosa (IRB), conselheiro Ivan Bonilha (TCE-PR); e do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais de Contas (CNPGC), procuradora-geral do MPC de Santa Catarina, Cibelly Farias. Também homenageados os conselheiros Valdecir Pascoal (TCE-PE) e Sebastião Helvecio (TCE-MG).

Todos receberão a “Honraria do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina”, que é composta por réplicas, em miniatura, da “Estátua de Anita Garibaldi” e do quadro “Proclamação da República Juliana”, e por um diploma.

Intitulada a “heroína de dois mundos”, Anita Garibaldi, batizada com o nome de Ana Maria de Jesus Ribeiro da Silva, nasceu em 31 de agosto de 1821 na cidade de Laguna (SC). Participou de importantes revoluções no Brasil, como a Guerra dos Farrapos, e na Itália, onde lutou pela unificação do país sob a forma de uma república. Sempre ao lado do marido e revolucionário Giuseppe Garibaldi, ela travou batalhas também no Uruguai e na França, países onde é recorrentemente homenageada.

PRONUNCIAMENTOS 

Na abertura dos trabalhos da sessão especial, o presidente da Corte catarinense, conselheiro Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, lembrou que o ato faz parte da programação nacional e internacional das celebrações alusivas ao bicentenário de nascimento de Anita Garibaldi.

“Neste momento, buscamos valorizar o papel histórico da revolucionária catarinense, que lutou pela causa republicana, tanto no Brasil quanto na Itália, em prol das liberdades dos povos e da justiça social – valores e princípios que devem ser norteadores da atuação das Cortes de Contas –, bem como uma oportunidade para homenagear personalidades que são importantes referências para o nosso sistema de controle externo”, acentuou.

Especificamente em relação ao homenageado do TCE-RO, citou o modo aguerrido, proativo e hábil de atuação do conselheiro Edilson de Sousa, destacado, especialmente, quando de sua participação em favor do aprimoramento do Controle Externo Brasileiro, não apenas no TCE rondoniense, mas também em relevantes entidades nacionais, como a Atricon e o CNPTC (este, presidido por ele no ano de 2019). “Nascido maranhense e adotado por Rondônia, Edilson tem dado, cotidianamente, significativa contribuição ao controle público nacional”, falou o presidente Adircélio.

Visivelmente emocionado com a homenagem, o conselheiro Edilson, por sua vez, fez questão de estender a honraria e o momento a todos os agentes públicos que compõem o TCE-RO, assim como a todo o povo rondoniense que, conforme inspiração da heroína Anita Garibaldi, também atua de modo destemido na fronteira do Brasil, protegendo, principalmente, nosso grande patrimônio verde, a Floresta Amazônica.

“Sinto-me profundamente honrado ao ser homenageado ao lado de tantas lideranças importantes, de ser lembrado pelo TCE e pelo Estado de Santa Catarina, e me coloco como um soldado, investido da fibra que teve Anita Garibaldi, para a defesa, o engrandecimento e o fortalecimento de nossas Cortes de Contas, cujo papel e o instrumental emprestados pela Constituição Brasileira são extraordinários”, destacou o conselheiro Edilson.

Para ele, o Sistema Tribunais de Contas é o verdadeiro instrumento da cidadania, já que assegura, por meio de seus julgados e análises técnicas, a correta aplicação dos recursos públicos em prol da sociedade: “E agora nos revestimos da força e da determinação da mulher brasileira, inspirada em Anita Garibaldi, que venceu grandes desafios em seu tempo, a fim de continuarmos nessa lida de combate à corrupção e nessa luta incessante por aperfeiçoar a gestão pública, dentro dos ideais de assegurar a liberdade e a cidadania”.

Os demais homenageados, em seus pronunciamentos, também exaltaram a iniciativa do TCE catarinense, assim como a importância da figura icônica de Anita Garibalbi, conforme destacou a presidente do TCU, ministra Ana Arraes: “Falar em Anita Garibaldi é respirar ares de liberdade, independência e de resiliência. Soube ser mãe, esposa e guerreira em igual medida, sendo admirada por seus feitos e merecedora de todas as homenagens”.

Facebook Comments