A campeã brasileira, Lúcia Araújo com Luca Eduardo, aluno-atleta de Rondônia
A campeã brasileira, Lúcia Araújo com Luca Eduardo, aluno-atleta de Rondônia
A campeã brasileira, Lúcia Araújo com Luca Eduardo, aluno-atleta de Rondônia

A medalhista nas paralimpíadas de Londres (2012) e do Rio (2016), a judoca campeã brasileira, Lúcia Araújo, incentivou o judoca Lucas Eduardo Martins de Jesus, de Ariquemes, a seguir em frente no esporte. O encontro deles ocorreu instantes antes da cerimônia de premiação em que o rondoniense subiu no mais alto degrau do pódio na Paralimpíada Escolar, nesta sexta-feira (25), no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo (SP).

A judoca quis conhecer a história do paratleta rondoniense, que está se dedicando ao esporte há quatro anos. Lucas Eduardo detalhou à medalhista mundial que buscou no esporte o combate ao sedentarismo, perda de peso e uma maneira de integração social, já que a deficiência dos judocas paratletas é na visão.

Lúcia Araújo também falou da trajetória dela no judô e destacou os esforços empreendidos para participar do paradesporto mundial a partir da convocação que recebeu para integrar a seleção brasileira de judô, em 2007.

Ao final do bate-papo ambos praticaram uma luta dando ênfase a um golpe básico do judô, o “O-soto-gari”, que em livre tradução quer dizer “rasteira por trás”, segundo o treinador do Lucas, o sensei Russo Pereira.

Lucas Eduardo é o único integrante do Time Rondônia na Paralimpíada Escolar em São Paulo e é medalhista de ouro na sua estreia em competição nacional. “Esse ouro significa muito. Mais que o valor de primeiro lugar no pódio, a medalha representa o aprendizado, especialmente em respeito ao próximo”, disse o judoca.

“Esse resultado do Lucas é a coroação de um trabalho árduo desde 2012”, disse o técnico Russo Pereira.

Fonte
Texto: Paulo Sérgio
Fotos: Paulo Sérgio
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments