Marcos Rocha destaca bom relacionamento com vice que conheceu durante a campanha

0
441
Marcos Rocha abraçando o vice, Zé Jodan, após a vitória: virou irmão


PORTO VELHO- Trancado a sete chaves, o governador eleito de Rondônia coronel Marcos Rocha (PSL) não está para ninguém. As relações com o ex-candidato Jaime Bagatolli não vão boas. Mas, com o vice-governador eleito, as relações estão ótimas de acordo com postagem ontem, no Instagram. Marcos Rocha que conheceu Zé Jodan apenas durante a campanha, destacou que Jodan “começou como amigo, e depois tornou-se um grande irmão”. Diz Marcos Rocha sobre Jodan: “Ao longo da campanha, era um centro de calmaria e motivação. Quando as pesquisas colocavam-nos com modestos 4% na intenção de voto, lembro-me dele nas carreatas, me abraçando e falando alto, sorrindo: “Vamos ganhar, vamos ganhar!” Ganhamos. Sabemos da nossa responsabilidade. Sei que ele será de extrema importância para que tenhamos o melhor governo da história de Rondônia.
Vamos governar juntos, com Deus no coração e sabedoria, para mudar Rondônia e mudar de verdade!”.
Mas, nem tudo são flores. Marcos Rocha está arisco, tipo “não me toque”. O ex-candidato ao governo, Vinícius Miguel (Rede) até tentou ligar para parabenizá-lo pela vitória, mas Marcos Rocha não atendeu e nem respondeu às mensagens. “Muito estranho”, disse Vinícius.
Nas redes sociais, Marcos Rocha “solta o cachorro”. Ele se diz pressionado por cargos. Ontem ele postou o seguinte no Facebook:

Olá, pessoal!

Desde a finalização da campanha comecei a preocupar-me com os rumos que o estado deverá tomar a partir de 1° de janeiro.

O primeiro passo a ser adotado, sem dúvida, é a criação de uma equipe de transição. Não necessariamente essa equipe será composta pelos futuros secretários.

Talvez alguma mídia, daqui a pouco, estará divulgando essa informação de forma distorcida.

O que queremos, na realidade, é colocar uma equipe técnica que consiga levantar a situação atual do estado e, juntamente com a equipe do atual governo, encontrar soluções para os problemas que porventura estejam ocorrendo e aqueles que possam ser evitados.

Infelizmente, algumas pessoas têm me procurado com outros objetivos, ideias de cargo. Objetivos não condizentes com aqueles que a população está almejando, que são combate à corrupção e o trabalho voltado para a família.

Quando falamos de família, falamos de tudo: da escola, de assistência social, da questão de trabalho, do esporte, da segurança, da saúde, enfim, a família é a base de tudo.

É isso que temos feito nesses dias. Esses desafios, em razão da responsabilidade que tenho, acabaram me deixando um pouco afastado das redes sociais.

Entretanto, eu não paro de pensar em todas as pessoas com as quais encontrei nesses dias de campanha. Pessoas que eu já conhecia e outras que tive o prazer de conhecer.

Vamos juntos, com sabedoria, mudar Rondônia e mudar de verdade.

Forte abraço a todos. 🇧🇷🇧🇷🇧🇷

Fonte: Mais RO
Facebook Comments