Mais um pioneiro de Rondônia foi brilhar no céu.O comunicador Osmar Vilhena faleceu na manhã desta terça -feira(23), na cidade de Recife, em Pernambuco, onde se encontrava internado na UTI, lutando contra a covid-19.

A filha dele, Anismary Vilhena, contou que o pai sofreu um infarto, por volta de 5:30 h de hoje, quando não resistiu, vindo a óbito. A família ainda não informou detalhes sobre o sepultamento.

Osmar Vilhena estava em tratamento contra a covid-19 desde o início do mês de março, quando teve os pulmões e os rins comprometidos, que o deixaram em estado grave. O filho dele, Osmar Segundo, também contraiu o vírus e se encontra em tratamento.

Nome muito conhecido da comunicação em Rondônia, nas décadas de 70 e 80, Osmar havia mudado com a esposa para Recife há cerca de 9 anos, mas sempre vinham passar meses em Porto Velho. Osmar Vilhena e a esposa, Anita Vilhena, estavam em Rondônia e haviam retornado para a capital pernambucana no começo de março, pois, estava agendada a vacinação contra a covid-19 para o casal.

Osmar Vilhena além de comunicador e empresário exercia também a função de pastor da Igreja Batista. Ele participou ativamente da vida política de Rondônia, sendo eleito vereador, e deputado estadual. Foi também diretor do extinto Banco Beron e pioneiro do rádio e televisão em Rondônia.

A história dele e da comunicação em Rondônia se confundem. Osmar Vilhena foi locutor da Rádio Difusora do Guaporé e também da Rádio Caiarí, onde atuou como diretor por 12 anos. Na década de 70, apresentou o Programa “Osmar Vilhena Show”, sendo esse o primeiro programa de auditório apresentado pela TV Rondônia, direto da quadra do Clube do Flamengo, na capital.

A atração tinha grande participação do público que participava em peso, enchendo as dependências para ver os cantores locais.

Ele foi diretor por um período de 12 anos na rádio Caiari e um longo período diretor da TV Rondônia na época em que trabalhou com Sr.Ulisess e Sr. Felipe Dau.

Fonte: Maisro

Facebook Comments