A Fundação Cultural de Rondônia (Funcer) realiza nesta sexta-feira (28), às 18h, na sede do Museu da Memória Rondônia (Mero), uma live para lançamento da campanha nacional de enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes, incluída na programação rondoniense da campanha “Maio Laranja”, que vai contar com a participação de especialistas.

De acordo com a administradora do Museu da Memória Rondoniense, Liliane Sayonara, a 4ª Edição do Café do Museu vai levar ao debate o tema da violência sexual contra crianças e adolescentes. O envolvimento da Fundação tem o objetivo de dar visibilidade ao assunto, informar, sensibilizar e mobilizar a sociedade a participar da causa em defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

A live, que é aberta ao público com transmissão na página da Funcer no Facebook receberá duas importantes personalidades estudiosas do tema. A primeira será a professora Cintia Pessoa, especialista em neurociência, que abordará a temática do impacto do abuso sexual infantil. A segunda será a delegada Márcia Gazone, titular da Delegacia Especializada de Crimes contra a Criança e o Adolescente, que falará sobre as ações da delegacia no âmbito da campanha nacional de enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes – Maio Laranja.

A administradora do Mero faz um convite especial a toda a comunidade para participar da live, afirmando que o tema, além de ser discutido, precisa ser reforçado em suas bases, destacando a necessidade da participação do cidadão rondoniense na formulação de propostas com sugestões, de modo a colaborar para diminuir as ocorrências relacionadas a esses crimes, já que o índice de violência e os diversos tipos de abusos contra crianças e adolescentes aumentaram muito durante o período da pandemia.

Liliane explicou que o programa “Café no Museu” tem revisitado temas importantes este ano, a exemplo da discussão sobre a história da memória rondoniense, a utilização de seu espaço interno e externo para eventos diversos – mostra de arte e projeto cantador (música) -, e nesta sexta-feira, em sua 4ª edição, apresenta esta live com esta temática tão atual quanto necessária para a vida da sociedade.

Em documento divulgado nesta sexta-feira, Liliane informa que “o projeto consiste em um bate papo com ilustres convidados para versar diferentes temáticas a cada mês, por meio de lives. Compreendendo que o Museu é uma instituição que não está dissociada da realidade social com seus problemas e desafios, neste mês, corroborando com as atividades alusivas à campanha nacional “Maio Laranja”, será discutido sobre o enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes, um tema urgente e necessário”.

Não é exagero lembrar que, conforme atesta a literatura especializada ao alcance de todos, a violência sexual contra crianças e adolescentes é uma das formas mais perversas de violência, pois se caracteriza pelo uso da sexualidade desta população, de maneira a violar os seus direitos sexuais e sua intimidade. Esta faceta da violência, apresenta-se de maneira desigual e é estabelecida pelas relações de poder, mando e obediência, principalmente quando a vítima é uma criança e/ou um adolescente.

Segundo a administradora do Museu, por conhecer esta realidade social vivida no País e em Rondônia, de modo especial, é importante a participação da sociedade, para entender como tudo isso se processa e o que cada uma pode fazer. “Esperamos contar com a participação de todos”, convidou. Liliane Sayonara.

 

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments