Cacique Adriano Tupari

CAC1

O cacique Adriano Tupari, 33 anos, acadêmico de Administração em Rolim de Moura, destacou quinta-feira (27) na entrega de barcos e um ônibus para atender os alunos de escolas indígenas o apoio do governo Confúcio Moura para a expansão do ensino e ao transporte escolar nessas comunidades.
Adriano explicou que começou a estudar ainda na aldeia Tupari, onde a  população é de 950 índios, dos quais 250 estudam regularmente. “É a  primeira vez que nossas escolas estão recebendo tanto apoio do Governo  do Estado. Os outros nos esqueceram, mas agora tudo mudou muito”, disse o  cacique.
Na ocasião, o governador Confúcio Moura fez a entrega de 411 tabletes de  7” aos professores de Nova Brasilândia, Novo Horizonte, Alto Alegre dos  Parecis e Rolim de Moura. Durante o evento realizado no Centro Estadual  de Ensino de Jovens e Adultos (CEEJA) de Rolim de Moura, o governador  disse que este é apenas o começo para a padronização do ensino em todo  Estado, pois estes tabletes já vem com programas  de aulas padronizadas  para cada série e isso  irá ajudar o aluno inclusive nos casos de  transferência para outros municípios, pois a grade escolar será a mesma
Barcos

 Cacique Adriano Tupari
Cacique Adriano Tupari

Para melhorar o acesso dos alunos às escolas indígenas, o  governo entregou três barcos equipados com motor e um micro ônibus para  atender escolas na Terra Indígena Rio Branco,  Alta Floresta, composta  por sete etnias. O governador disse ainda que todas as carteiras e  outros mobiliários escolares também serão trocados e padronizados na  rede pública estadual.

Ordem de serviço

O governador  assinou ainda uma ordem de serviço para conclusão da reforma da quadra  coberta da Escola Monteiro Lobato. As obras da reforma das salas de  aula, em andamento, foram visitadas por Confúcio que, além de conversar  com os trabalhadores, a maioria reeducandos e que participam do programa  de reinserção social do governo, falou da importância das eleições  diretas para a manutenção da democracia nas escolas públicas.

Ele defendeu a necessidade da direção da escola ouvir mais os  professores, inclusive os experientes que podem transmitir suas  experiências aos mais novos. “As escolas públicas têm que ter autonomia  para poder gerenciar os seus próprios recursos. O dinheiro tem que vir  direto para as escolas e não para os municípios. Por isso quero fazer  uma revolução no setor da educação e já comecei, pois a meta do governo é  melhorar os indicadores junto ao Índice de Desenvolvimento da Educação  Básica (Ideb) e ao Saer”, enfatizou Confúcio.
CAC3
O professor Romeu Roque Royer, coordenador de Educação Indígena em Alta  Floresta, recebeu as chaves dos barcos e do micro ônibus e ao agradecer  ao governador apoio  afirmou que estes meios de transporte são muito  importantes para os indígenas, pois na Terra Indígena Rio Branco há 12  escolas e apenas dois barcos realizavam o transporte de 250 alunos e 27  professores.  “Fico muito feliz com o governador e com este presente que  servirá para os indígenas e também para o transporte dos professores”,  disse Roque.

Altair Tupari, 22 anos,  está em fase de conclusão do  ensino médio. Garante ter oito irmãos e disse que todos moram na  comunidade. “Quando comecei a estudar era muito difícil pois não existia  nem barco nem ônibus. Pra estudar ou ia na nossa canoa ou ia a pé. Hoje  estamos ganhando um presente muito bom. Estamos muito alegres. Valeu  seu Confúcio!”, ressaltou Altair.
CAC4
Participaram da solenidade os  prefeitos Cesar Cassol (Rolim de Moura); Vantuil do Posto (Alta  Floresta); Jurandir Oliveira de Araújo  (Santa Luzia); a secretária  adjunta de Educação, Nete Assunção; os deputados Luís Cláudio; Jean  Oliveira; o presidente da Câmara de Vereadores de Rolim de Moura, Jairo  Benetti; o vereador Rudney, e coordenador estadual da Educação Escolar  Indígena, Flávio Santos.

Texto e fotos: Aristides Araújo

Facebook Comments