Léo Moraes participa de reunião na Receita Federal em defesa dos servidores da Isonomia do Sintero

A receita federal apontou um solução e vai intimar o Banco do Brasil a corrigir seus erros. Léo consegue mais uma conquista para os servidores com resultado positivo.

O deputado federal Léo Moraes (PODE-RO) se reuniu, na tarde desta terça-feira (13), com o subsecretário de fiscalização da Receita Federal, Sr. Iágaro Jung, para tratar a respeito da reivindicação dos servidores federais, técnicos administrativos, do processo de Isonomia do Sintero, representado pelo jornalista Carlos Terceiro, que também é parte no processo.

O problema vem atormentando os beneficiados pela ação 2039/89 que mesmo pagando, cada um, cerca de R$ 120 mil reais de impostos já deduzidos dos seus precatórios, entraram na malha fina por uma inconsistência apontada pela Receita Federal sobre a declaração anual, exercício 2018.
Veja o documento do Banco do Brasil com uma amostragem de erros:
De acordo com Iágaro, os precatórios foram operacionalizados pelo Banco do Brasil e, após análise, verificou-se que a Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF) fora processada de forma inconsistente em relação a esses servidores. “Nós já identificamos o erro e comunicamos ao Banco do Brasil. Nesta semana, entraremos em contato com o banco, para que eles retifiquem a informação e assim daremos processamento automático às reivindicações desses servidores”, garantiu o subsecretário.
O deputado agradeceu o atendimento rápido e cordial da receita para a solução deste problema e garantiu que vai continuar acompanhando o caso até o seu desfecho. “Essa é uma resposta satisfatória para tranquilizar esses nobres servidores. E estarei vigilante nesta questão para esses servidores”, afirmou o deputado Léo Moraes.
Veja o vídeo:
Video Player

Assessoria
Facebook Comments