O deputado federal Léo Moraes (Podemos) antecipou seu voto contra a manutenção da prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), preso após ameaçar ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). A Câmara dos Deputados realizará ainda nesta sexta-feira a sessão que decidirá se mantém ou não o parlamentar preso.

Léo Moraes é o terceiro da bancada rondoniense a declarar voto contra a prisão do colega Daniel Silveira. Antes havia se posicionado, Lúcio Mosquini (MDB) e Coronel Crisóstomo (PSL). Os demais não se posicionaram.

“Desde já, seguindo nosso formato de um mandato transparente, venho me posicionar contra a manutenção da prisão do deputado. E venho me posicionar antes de consumado o fato. Sou contra a prisão do deputado decretada pelo STF”, disse o parlamentar em postagem na sua página oficial do Facebook.

O parlamentar disse que entende que o processo legal e correto não é o STF decretar a prisão do deputado, mas sim o deputado ser representado no Conselho de Ética da Câmara, com direito a ampla defesa e ao contraditório.

“E dessa forma, seja tomada as medidas cabiveis para o caso, de forma legal e como manda a Constituição Federal. Pois, neste caso, o STF está sendo a vítima, o acusador e julgador, e não vemos isso de maneira imparcial e legal”, disse o deputado

Meus amigos, hoje será votado na Câmara dos Deputados a manutenção ou não da prisão em flagrante, decretada pelo STF, do…

Publicado por Leo Moraes em Sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

Facebook Comments