Juventude Indígena de Rondônia participa em Brasília de ato contra Bolsonaro

BRASILIA- Diversas tribos indígenas de todo o Brasil estiveram presentes hoje, ao ato contra o genocídio, a favor de vacinas e auxilio emergencial de 600 reais. A Juventude Indígena de Rondônia, coordenada por Walelasoetxeige Surui, participou do evento com representantes de tribos do Estado, Paiter Surui, Karitiana, Kanoé, Sabanê, Uru-eu-wau-wau, Juma, Tupari. A  presença  da Juventude Indígena de Rondônia teve apoio da Ong Kanindé Ambiental.

Até as 13h, os protestos ocorriam em Brasília e mais 14 capitais: Aracaju, Belém, Boa Vista, Cuiabá, Campo Grande, Goiânia, João Pessoa, Maceió, Palmas, Porto Velho, Recife, Rio de Janeiro, São Luís e Teresina.

Em Rondônia, além de Porto Velho,  houve manifestações em Guajará-Mirim, Ariquemes, Ji-Paraná e Cacoal.

Os manifestantes pediam mais vacina, a saída de Bolsonaro, auxílio emergencial de R$ 600, erradicação da fome e da pobreza e proteção ao meio ambiente a

Representantes das tribos rondonienses Paiter Surui, Karitiana, Kanoé, Sabanê, Uru-eu-wau-wau, Juma, Tupari

os direitos dos indígenas.

Em geral, os participantes dos protestos usavam máscaras. Em alguns locais, como Brasília, Campo Grande, Palmas e Teresina, houve distribuição do item de proteção.

 

Facebook Comments