A Justiça de Rondônia mandou prender preventivamente o casal suspeito de espancar um menino de 4 anos em Ji-Paraná (RO), região central do estado. A Polícia Civil divulgou a foto do pai e da madrasta da criança nesta segunda-feira (9) para que a população ajude na localização através de denúncia anônima.

Buscas estão sendo feitas em Ji-Paraná e municípios vizinhos. Nenhum advogado de Emerson de Oliveira Rocha ou de Edinéia Terezinha Ventura se apresentou à defesa dos suspeitos na delegacia até a última atualização desta reportagem. Quem quiser pode denunciar pelo 190 ou nas delegacias do estado.

O menino de 4 anos teve afundamento de crânio, hematomas pelo corpo e vomitava sangue, além de ferimentos na cabeça.

O caso aconteceu no dia 29 de fevereiro, mas foi divulgado pela polícia em 6 de março, um dia após a criança receber alta do Hospital Municipal de Ji-Paraná, onde ficou em observação médica por cinco dias.

No momento, a vítima está sob os cuidados de uma tia e o Conselho Tutelar acompanha o caso. A delegada Renata Estela, responsável pelas investigações, diz que a polícia já deu início a um inquérito para apurar o crime.

“Até onde nós tomamos conhecimento, o Conselho Tutelar recebeu uma denúncia a respeito de uma criança que estava sendo lesionada, agredida fisicamente pela madrasta, e quando eles foram averiguar realmente se depararam com uma criança que estava com alguns machucados, então levaram à delegacia em sede de plantão. Assim que recebemos a documentação, já instauramos um inquérito policial e estamos investigando os fatos. Inclusive estamos tentando localizar os agressores para que a gente possa interrogá-los”, conta.

Segundo a Polícia Civil, durante a semana pessoas foram até a casa do casal de suspeitos e realizaram disparos de armas de fogo contra a residência. A situação também está sendo apurada.

Fonte: G1

Facebook Comments