BR-319. — Foto: Divulgação/Observatório BR-319

Na quarta-feira (07), o juiz federal Rafael Paulo Soares Pinto, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, reconsiderou a suspensão, determinada por ele em 1º de março, do asfaltamento do lote “Charlie” da BR-319, que liga Porto Velho a Manaus, entre os quilômetros 198 e 250.

A decisão encerra um impasse de mais de 35 dias, iniciado a partir de um despacho do magistrado, que determinou a paralisação das obras na extensão de 52 quilômetros por entender que não havia licenciamento ambiental prévio.

“Enfim, a lucidez e o bom senso prevaleceram. Em breve, homens e máquinas tomarão o lote “Charlie” da BR-319 para a tão esperada pavimentação. Se Deus assim também permitir, o mesmo acontecerá com o “trecho do meio” o mais rápido possível”, afirmou o senador amazonense, Eduardo Braga por meio de suas redes sociais.

Confira a íntegra do post:
https://www.instagram.com/p/CNYMWFFA8zA/?igshid=hjyc13m2afnm

 

Facebook Comments