Jovem se diz vítima de homofobia e promove destruição na UPA

Um rapaz de 20 anos foi preso nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (17) após ser acusado de promover destruição na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da zona Leste de Porto Velho (RO) e ameaçar a equipe médica de plantão.

Os servidores da UPA acionaram a Polícia Militar e contaram que o jovem chegou lesionado e muito alterado exigindo atendimento imediato. Ele destruiu objetos na unidade de saúde e ainda ameaçou a equipe médica que já o atendia.

Com a chegada da policia, o jovem alegou que ficou revoltado por ter sido vítima de homofobia no local devido a sua opção sexual. “Eles começaram a me humilhar, fazendo piadinhas de caráter homossexual”, disse o rapaz.

O jovem contou ainda que foi em busca de atendimento médico após se envolver em uma confusão e ser lesionado. Os vigilantes de plantão na UPA afirmaram que tiveram que algemar o rapaz até a chegada da polícia em virtude do estado de exaltação dele.

Preso por dano ao patrimônio público e ameaça, o jovem foi levado para a Central de Flagrantes.

Fonte: Rondoniaovivo

Facebook Comments