JOVEM ESTUDANTE DE VILHENA DENUNCIA DESCASO EM ESCOLA TÉCNICA FEDERAL

IFRPDesde o início deste ano, os alunos do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), do Campus Vilhena, vêm sofrendo com o transporte público e a mobilidade urbana da cidade. Dois acidentes aconteceram em frente à escola e os alunos já foram até as autoridades buscar auxilio, mas segundo eles nada foi resolvido.

Um aluno, conhecido como “Paulinho” sofreu um grave acidente quando retornava para casa após as aulas no instituto. Após o acidente do estudante as mobilizações tomaram proporções maiores. Os alunos foram até o prefeito e à Câmara de Vereadores reivindicar melhorias no transporte.

Em contato com a redação do Correio de Notícias, o presidente do grêmio estudantil ”Catraca Z3RO”, Dhonatan Pagani, afirmou que nada foi resolvido, “Eles colocaram um quebra molas sem sinalização, que resultou em outro acidente, além da lombada nada foi feito com relação à iluminação e acesso, os riscos ainda são os mesmos. A obra foi feita para tentar calar nossa voz”.

Segundo Dhonatan foram apresentadas outras reivindicações mas sem sucesso. “Nós pedimos a redução da tarifa, era um real e vinte e cinco centavos, depois eles aumentaram para um real e quarenta e voltaram para um real, todas as medidas tomadas foram para tentar maquiar o problema. Nunca vi uma instituição escolar sem faixa de pedestres na frente, já tivemos vontade até de comprar a tinta e fazermos sozinhos, mas não podemos” desabafou.

No fim deste ano Dhonatan sairá da presidência do grêmio para assumir o Conselho Municipal de Juventude e afirma “Com o conselho teremos voz ativa para brigarmos pelas causas de toda a juventude vilhenense. Continuarei defendendo nossa classe e vamos implantar uma união estudantil no estado todo, assim poderemos reivindicar melhorias para todos os estudantes de Rondônia”, finalizou.

Foto: Ellen Donadon

Texto: Ellen Donadon

Facebook Comments