INJUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS

Pobre e negro, vítima de injustiças sociais
Pobre e negro, vítima de injustiças sociais

 

Mais uma vez um jovem pobre e preto é vítima de “justiceiros” que se acham os tais, ao praticar atos de tortura contra os mais fracos. Um adolescente foi espancado e preso a um poste, nu, na noite da última sexta-feira, na  Zona Sul do Rio. Ele teria sido atacado por um grupo de três homens, a quem chamou de “os justiceiros”, segundo a coordenadora do Projeto Uerê, Yvonne Bezerra de Melo, de 66 anos. A artista plástica foi chamada por vizinhos que flagraram a cena, registrou a situação e compartilhou em sua página no Facebook. Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo. Nada justifica esta selvageria, humilhação, ou que se chame ‘justiça com as próprias mãos’. É a volta à barbárie, aos tempos das cavernas ou ao período medieval. Ninguém faz isso com um branco, engravatado, que rouba milhões. Estes são protegidos com forte esquema de segurança e não tem seus rostos e nem nomes mostrados na imprensa.

Frases que só incentivam a violência
Frases que só incentivam a violência

A apresentadora do SBT, apoiou o gesto. A jornalista Rachel Sheherazade chamou o adolescente de  “o marginalzinho amarrado ao poste”.

E argumentou: “Num país que sofre de violência endêmica, a atitude dos vingadores é até compreensível”. E enfatizou: “O contra-ataque aos bandidos é o que chamo de legítima defesa coletiva de uma sociedade sem Estado contra um estado de violência sem limite”. Uma desgraçada, incentivando a morte de inocentes. Depois reclamam do aumento da violência. Ninguém falou que o garoto deveria estar na escola e não nos sinais pedindo esmola. Onde estão os homens que tem o poder de mudar isso?

Ninguém faz isso com bandido engravatado
Ninguém faz isso com bandido engravatado

 

Facebook Comments