Idosos compartilham sentimentos ao receberem a 2ª dose da vacina

A expectativa de viver com alegria e saúde é comum entre os idosos que receberam a segunda dose da vacina contra a Covid-19, na tarde de quarta-feira (14), no Campus 2 do Centro Universitário São Lucas, em Porto Velho.

De acordo com a gerência de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), cerca de 60 mil pessoas já foram vacinadas no município.

Uma delas foi Cezarina Caetano da Silva, 92 anos, moradora do bairro Areal, na região central da cidade, que recebeu a segunda dose. “Agora estou mais feliz e acho que vou viver mais uns 20 anos”.

Bem humorada, ela revelou que foi infectada, mas venceu a doença, e acrescentou que está mais segura e tranquila porque sabe que, após a segunda dose, seu corpo fica preparado para, caso precise, enfrentar a Covid e vencê-la novamente.

Cezarina recomendou calma às pessoas nesse momento difícil e reforçou a necessidade de todos continuarem respeitando as medidas de prevenção. “Não andem sem máscara, evitem aglomerações e só saiam de casa em caso de muita necessidade. É a maneira que a gente tem de se prevenir contra esta doença”, alertou.

MISSÃO

Adelino Gomes de Oliveira, que vai completar 90 anos no dia 19 de junho, morador do bairro Porto Cristo, zona Leste de Porto Velho, disse que tomar a segunda dose da vacina é mais uma missão cumprida em sua vida. “Estou muito satisfeito por ter sido vacinado. Me sinto mais seguro e peço que as pessoas se cuidem e tomem a vacina também”, comentou.

Adelino Gomes afirmou que se sente mais seguro após a segunda dose

IDADE

De acordo com a gerente de imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Elizeth Gomes, a segunda dose está sendo aplicada em pessoas com idade a partir de 75 anos e profissionais de saúde.

Ela acredita que até a próxima semana, cerca de 9 mil pessoas serão imunizadas. A meta da Prefeitura é concluir a vacinação do grupo a partir dos 75 anos com a chegada do próximo lote de imunizantes.

A gerente afirma que cerca de 60 mil pessoas já foram imunizadas no município desde o início da aplicação das vacinas, incluindo moradores de algumas localidades do Baixo Madeira.

AGENDAMENTO

Elizeth explica que na segunda dose o processo é muito tranquilo, não precisa de agendamento. “O que pedimos é que os idosos obedeçam ao mesmo horário agendado na primeira dose. Basta levar o cartão de vacina. A recomendação vale também para profissionais da saúde. No comprovante vacinal está marcada data de retorno”, orienta.

CUIDADOS

Quanto aos cuidados após receber a segunda dose do imunizante, Elizete recomenda que as pessoas não relaxem. É preciso continuar usando máscaras, higienizando as mãos e mantendo o distanciamento social.

“A pessoa pode, sim, contrair o vírus novamente. Pode ser que não tenha sintomas ou tenha, no máximo, sintomas leves e, desta forma, contamine outros. A diferença é que, com a vacina não há risco de hospitalização ou ir para uma UTI, por isso devemos continuar mantendo todos os cuidados”, enfatizou.

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Facebook Comments