IDOSA QUE FUGIU DA MORTE EM NATAL PASSA NECESSIDADES EM PORTO VELHO

Fotos e texto Marcelo Gladson
lurdes1O portal de notícias +RO, cujo slogan é “Jornalismo com responsabilidade social”, inicia uma série de reportagens neste período natalino. com pessoas e famílias que estão em situação de risco e necessitando de cuidados especiais,carinho, amor, alimentação e até moradia. Hoje iniciamos com a história de Maria de Lurdes.
Há um ano morando de aluguel em Porto Velho, junto com sua filha e seu genro, a idosa Maria de Lurdes Nascimento Barbosa, de 74 anos, evangélica da igreja Assembléia de Deus, que foi jurada de morte por traficantes da cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, está passando necessidade em Porto Velho.
O pesadelo da família de Maria de Lurdes começou em novembro de 2013, quando o filho dela, na época com 17 anos e usuário de drogas, foi jurado de morte por causa de uma dívida de R$ 100 aos traficantes do citado Estado. Emocionada, Maria de Lurdes disse que soube que seu filho era usuário de drogas quando  tinha 14 anos, no entanto, o mesmo já era usuário de maconha desde os 12 anos. “Ele fazia uso na escola e como sempre a família é a última a saber”, relatou Lurdes.
lurdes2Com ameaça feita pelos traficantes nordestinos, segundo a idosa, ela teve que vender sua casa a “preço de banana”, e com o dinheiro mudou-se para Porto Velho. “Vendi minha casa por R$ 50 mil, bem abaixo do preço. Ainda tive que gastar R$ 12 mil em reparos e na documentação do imóvel. Os R$ 38 mil que sobraram gastei com passagens, alimentação, aluguéis e com meus remédios. Hoje eu não tenho nada, recebo apenas minha aposentadoria que não dar nem para pagar o local que estou morando”, conta dona Lurdes.
A viúva Maria de Lurdes informou a reportagem que está confiante que Deus vai tocar no coração de alguma pessoa que vai dar uma casa para ela e um emprego a sua filha. “Sou uma mulher de Deus, graças a ele eu me curei de um câncer. Fiquei invalida por seis anos, dos 27 a 33 anos vivi numa cama. Cheguei a ficar alguns dias em gelo esperando a morte, mais graças a Deus, hoje estou aqui passando por mais essa aprovação”, relatou dona Lurdes.
Dona Lurdes, disse que seu filho não está mais usando drogas. “Hoje ele está casado, me deu um neto. Graças a Deus, estamos todos vivos”, finaliza dona Lurdes.
As pessoas interessadas em ajudar a dona Maria de Lurdes, e só entrar em contato pelo telefone: (69) 9293-5195 ou 9206-1328.
Facebook Comments