Josilane Ferreira, de 33 anos, foi morta a pauladas na noite de domingo (01/03/2020) pelo namorado. O suspeito, de 24 anos, afirmou ter cometido o crime com a justificativa de “aplicar uma correção” na companheira, ao encontrá-la em um bar. O caso aconteceu em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. As informações são do jornal O Tempo.

O corpo da mulher foi encontrado no meio da rua, e o rosto da vítima estava parcialmente esmagado.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou que a mulher tinha traumas na face e esmagamento de crânio. Próximo ao corpo, foi localizado um pedaço de madeira, e moradores da área indicaram quem seria o autor do crime.

A Polícia Militar foi até a casa do suspeito, na mesma rua, e teve a entrada no imóvel autorizada pela mãe do homem. Ele foi encontrado nos fundos da residência, estava alterado e tentando fugir pelo telhado.

Em entrevista, porém, ele negou o crime. “Não é minha namorada, não é nada minha. Isso (as pauladas na vítima) é mentira”, disse. Durante o registro da ocorrência, militares registraram pessoas dizendo que, quando o homem saísse da cadeia, seria cobrado pelo “vacilo”, dando a entender que poderia haver uma vingança.

Fonte: Metrópoles

 

Facebook Comments