Homem mata ex-namorada, atira contra a própria cabeça e sobrevive

Uma mulher de 62 anos foi morta a tiros na noite de sexta-feira (29/11/2019) pelo ex-namorado em Três Lagoas, município próximo a Campo Grande (MS). Após matar a vítima, o autor disparou um tiro contra a própria cabeça, mas não morreu e foi socorrido no local do crime. O caso foi registrado como feminicídio e tentativa de suicídio.

Ângela Maria Jorge estava em uma festa na região central da cidade, quando pediu para que um amigo a acompanhasse até sua casa. Carlos Roberto Felipe, 59, o ex, no entanto, chegou ao evento e disse ao rapaz que levaria Ângela. De acordo com testemunhas, a vítima teria recusado a oferta e deixado o local.

Mas Ângela foi perseguida pelo ex e, no caminho, foi assassinada com dois tiros no peito. Ela morreu no local. Já Carlos foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. As informações são do Campo Grande News.

A polícia encontrou no veículo de Carlos uma carteira e um bilhete, em que o homem confessava o crime e justificava o motivo pelo qual ele assassinou a ex-companheira: amor não correspondido.

Feminicídio
A Rede de Observatórios lançou na semana passada o primeiro relatório “Retratos da Violência – Cinco meses de monitoramento, análises e descobertas“, que revelou um aumento de 13% nos casos de feminicídio em 2019 em relação ao mesmo período do ano passado.

Foram mapeados cinco estados brasileiros, como Bahia, Ceará, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. Nos últimos cinco meses, segundo o levantamento, foram registrados 518 crimes contra a mulher nessas localidades.

Facebook Comments