O prefeito de Porto Velho Hildon Chaves (PSDB), que concorre à reeleição com o número 45, explicou que um dos grandes desafios que encontrou a assumir o cargo foi a questão da drenagem. Há décadas a cidade alaga sempre que acontece uma chuva mais forte, mas nesses quase quatro anos de mandato estão sendo executadas obras para modificar esse quadro.

Hildon Chaves lembrou que alagações durante chuvas torrenciais acontecem nas maiores e mais desenvolvidas cidades do mundo, e em Porto Velho não é diferente. A prefeitura está instalando manilhas na esquina das avenidas Rio Madeira e Rio de Janeiro, e a população já começou a perceber as mudanças.

Herberte de Souza Ribeiro, de 31 anos, trabalha há três anos em uma empresa naquela esquina. Ele conta que ali sempre alagou durante chuvas mais fortes, mas afirma já houve uma mudança recentemente, antes mesmo de a obra ser concluída.

“Há dois sábados choveu forte, mas mesmo assim os carros conseguiam passar por aqui, e olha que o trabalho ainda não está pronto. Tudo indica que vai melhorar bastante quando as manilhas estiverem todas colocadas”, disse Herberte.

Ainda em relação à avenida Rio Madeira, a prefeitura formalizou parceria com o Porto Velho Shopping, para a construção de uma galeria. A obra já está evitando alagações no estacionamento do shopping, algo que acontecia há mais de uma década, e também na Rio Madeira entre as avenidas Calama e Pinheiro Machado.

Outro serviço executado pela prefeitura foi na avenida Mamoré, zona leste da cidade. É a segunda maior obra de drenagem do município, com quase mil metros de galerias ligando todo o bairro Flamboyant através da rua Itatiaia.

A maior obra de drenagem de Porto Velho está localizada à avenida Rio de Janeiro, ligando a via até o Orgulho do Madeira. São dois quilômetros de drenagem profunda, que deverão resolver o problema das alagações nessa parte da cidade.

“Essas obras são caras, mas fundamentais para evitar alagações. Muito já foi feito, mas ainda há muito o que fazer. Não se resolve problemas estruturais durante um único mandato, mas estamos trabalhando para solucionar essa questão”, disse Hildon Chaves.

Fonte: Assessoria

Facebook Comments