Fátima-GavioliA secretária estadual de Educação Fátima Gavioli informou no final de semana que os recursos da merenda escolar e do transporte escolar já estão disponíveis nas contas bancárias das escolas públicas. O ano letivo na rede estadual está programado para iniciar no dia 2 de fevereiro.

“São mais de R$ 2 milhões e 30% deste dinheiro deve ser gasto com a aquisição de produtos da agricultura familiar”, orientou Gavioli. Durante o ato de posse de novos diretores e vice-diretores sexta-feira à noite em Ji-Paraná (129,4 mil habitantes), na região centro-leste do Estado), ela destacou a importância de inserir o alimento produzido pelo homem do campo local no cardápio da merenda, uma prática que aos poucos ganha apoio em diversos estados brasileiros.

O transporte escolar está regularizado em todos os municípios, informou a secretária. “Não há pendências de pagamento”, declarou. A solenidade de posse ocorreu na sede Clube Mediterrâneo, na rodovia BR-364.

“Sejam cautelosos nas compras”, recomenda Confúcio

Centrais de ar condicionado para Ji-Paraná
Centrais de ar condicionado para Ji-Paraná

Ao  anunciar que os recursos destinados à merenda escolar já se encontram nas contas bancárias das escolas, Confúcio Moura solicitou no final da semana aos novos gestores bastante atenção em relação aos gastos deste dinheiro. “Em toda compra que a escola vier a fazer sejam cautelosos. Respeitem a legislação das licitações, busquem o melhor preço e prestem contas dos gastos”, ordenou.

Confúcio recomendou-lhes: “Façam o melhor para a escola de vocês, evitem futuros dissabores”.

No discurso, o governador comparou gastos que o governo tem com os estudantes em relação aos gastos que também tem para manter um presidiário. “Um menino no colégio custa ao governo cerca de R$ 3.600,00 por ano, enquanto um preso não fica por menos de R$ 26 mil/ano”, explicou. E conclamou os diretores para buscarem as crianças que estão fora da sala de aula. “É mais fácil e mais barato para o governo educar as crianças a construir presídios”, enfatizou.

Salas refrigeradas

Dando sequência ao programa Eficiência Energética, a secretária estadual de Educação Fátima Gavioli disponibilizou no evento mais 500 centrais de ar condicionado. O Eficiência Energética visa climatizar as salas de aulas proporcionando maior conforto ao aluno e professor. Também é característica do programa a reforma completa das instalações elétricas do colégio aumentando a capacidade energética para novas ampliações nos próximos 20 anos.

Juramento dos diretores

Diretores eleitos firmam compromisso

Na região de Ji-Paraná, a mão de obra deste serviço nos colégios fica por conta das equipes da Secretaria Executiva Regional local, que tem à frente o secretário Romildo Pereira. Ele ocupou assento à mesa de honra na solenidade de posse, juntamente com as demais autoridades municipais, estaduais e federais.

O Governo Estadual empossou novos diretores e vice-diretores das escolas estaduais vinculadas às Coordenadorias Regionais de Educação dos municípios de Ji-Paraná, Jaru, Ouro Preto do Oeste e São Francisco do Guaporé.

Fonte
Texto: Paulo Sérgio
Fotos: Paulo Sérgio
Decom – Governo de Rondônia

Facebook Comments