Governo fiscalizará frigoríficos para colaborar com Comissão de Inquérito

Em Rondônia frigoríficos baixaram o preço para os produtores, mas não para os consumidores
Em Rondônia frigoríficos baixaram o preço para os produtores, mas não para os consumidores

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PP), recebeu na manhã desta quinta-feira (14) a garantia de que uma comissão de técnicos do governo do Estado fiscalizará todos os frigoríficos instalados em Rondônia que usufruem de incentivos fiscais, para verificar se as exigências pela concessão do benefício estão sendo cumpridas.

A garantia foi dada ao deputado Maurão pelo secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, em reunião ocorrida na presidência da Casa de Leis.

“Essa vistoria, que será feita por técnicos da Seagri e da Suder, acontecerá devido à Comissão de Inquérito instalada na Assembleia Legislativa. Queremos colaborar com o trabalho dos deputados”, explicou Padovani.

A Comissão de Inquérito foi instalada para apurar as razões do baixo preço pago no Estado pelos frigoríficos. Enquanto em regiões como São Paulo a média é de R$ 150 pela arroba do boi, em Rondônia o preço é de R$ 120.

“O mais sério é que o preço baixou na hora de pagar o produtor, mas não baixou para o consumidor. Isso quer dizer que não é somente o produtor a ter prejuízo. A população em geral está sendo prejudicada”, acrescentou Maurão.

O deputado citou que os frigoríficos instalados em Rondônia pagam praticamente o mesmo preço pela arroba, isso de Vilhena a Porto Velho. O valor deveria variar, devido à logística de cada região. “Como o preço é o mesmo, está caracterizada a formação de cartel”, afirmou o deputado Maurão.

Outra denúncia considerada grave é que o frigorífico JBS Friboi comprou diversas plantas de frigoríficos em Rondônia e em seguida as fechou. Conforme está sendo apurado pela Comissão de Inquérito instalada na Assembleia Legislativa, o método teria sido utilizado para fortalecer o cartel da carne em Rondônia, eliminando o que poderia ser concorrência.

Os técnicos do governo do Estado verificarão se os frigoríficos beneficiados com incentivos cumpriram exigências como a de gerar empregos e ampliar o parque industrial.

“Vamos verificar se os investimentos previstos na hora de conceder o benefício estão sendo cumpridos. Assim, atendemos a um pedido da Comissão de Inquérito”, destacou Padovani.

 

Fonte: Decom

Autor: Nilton Salinas

Facebook Comments