Governo de Rondônia inicia pavimentação da rodovia Expresso Porto beneficiando hospitais da região, em Porto Velho

0
16

O primeiro trecho de asfalto da rodovia Expresso Porto, sentindo Candeias do Jamari, que engloba os Hospitais Santa Marcelina e Hospital de Amor da Amazônia, já foi concluído. O lançamento oficial da pavimentação asfáltica, que contemplará cerca de 5 quilômetros, aconteceu na quinta-feira (19) com a presença do governador Marcos Rocha, autoridades e representantes das unidades de saúde.

Com investimento de R$ 2,5 milhões, a obra é realizada pelo governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER). “Eu recebi um pedido muito carinhoso dos representantes dos hospitais para que pudéssemos encontrar uma solução para o problema da poeira no local. Essa pavimentação dá cumprimento ao nosso plano de asfaltamento das vias do estado”, destacou o governador Marcos Rocha.

Segundo o diretor geral do DER, coronel Erasmo Meireles, a rodovia Expresso Porto é uma importante via que liga a BR 364 até os portos que estão à margem do rio Madeira. Mas, após a abertura realizada em 2015, o tráfego das carretas prejudicou os hospitais que estão próximos à rodovia, com enormes nuvens de poeira.

“Essa obra tem a finalidade de desafogar o tráfego urbano de carretas, mas estava prejudicando os pacientes dos hospitais aqui próximo. E a pedido do nosso governador Marcos Rocha, iniciamos a pavimentação na rodovia, melhorando o tráfego e acabando com a poeira”, destacou o diretor geral.

Mesmo diante de um cenário de tempo chuvoso, a obra executada pela Coordenadoria de Ações Urbanísticas (CAU) do DER não foi paralisada. A meta, conforme coronel Meireles, é até o final deste ano concluir o asfaltamento do primeiro quilometro de pavimentação.

Para o diretor do Hospital de Amor da Amazônia, Jean Negreiros, a pavimentação contribui com o Estado, e com a melhoria da saúde dos pacientes. “Nós já vínhamos pedindo a pavimentação às autoridades públicas, desde a abertura da rodovia. A enorme quantidade de poeira que se forma no local prejudicava os pacientes do hospital, e ver que esse governo está buscando soluções nos deixa muito contente. De fato, agora, a rodovia será concluída”, enfatizou o diretor do hospital de Amor da Amazônia.

A diretora do Hospital Santa Marcelina, Lina Maria Ambiel, também agradeceu pela continuidade das obras. “A pavimentação desse trecho é muito importante para nós. Além do prejuízo com a qualidade do tratamento dos pacientes, os gastos do hospital também aumentavam. E, agora, com a pavimentação esperamos que seja outra realidade”, afirmou a diretora do hospital Santa Marcelina.

Fonte: Secom