Governo de Rondônia antecipa pagamento de salário do mês de novembro para o dia 26

O Governo de Rondônia anunciou ontem (27) véspera do Dia do Servidor Público, por meio da Superintendência Estadual de Gestão de Pessoas (Segep), a antecipação do calendário de pagamento dos 45.383 servidores estaduais, que ficou para o dia 26 de novembro, tornando o mês, com boas perspectivas de nova injeção de recursos na economia.

O superintendente da Segep, Sílvio Luiz Rodrigues, garante que a equipe econômica pretende manter a data de pagamento da segunda parcela do 13º salário dos servidores, no dia 10 de dezembro de 2021. Apesar dos quase dois anos atípicos, por causa da pandemia, os servidores se mantiveram trabalhando nas instalações funcionais e em casa, de acordo com Sílvio Rodrigues, para não deixar a máquina pública parar e atender bem às demandas da população.

O Governo conseguiu ainda manter a economia regional estável e a pontualidade no pagamento dos salários dos servidores ativos e inativos, além de um grande esforço para pagar outros direitos e benefícios ao funcionalismo, ajudando, dessa forma, a fazer a economia girar e garantir o poder de compra dos consumidores.

Dentre outros benefícios, a Segep elaborou um calendário de pagamento de verbas eventuais que está em vigor desde janeiro de 2021. Até agora, o Estado já desembolsou mais de R$ 196,5 milhões. Somente com auxílio indenização para quem atua nas frentes de combate à pandemia do coronavirus, o Tesouro Estadual paga R$ 13,5 mil por mês.

Da mesma forma, tem viabilizado o pagamento de outros benefícios e vantagens, com prioridade àqueles portadores de doenças graves, e conseguiu quitar até o final de outubro deste ano a quantia de R$ 23,1 milhões em horas extras a 34.393 servidores. Pagou abono pecuniário a 8.573 servidores (R$ 17,3 milhões); abono permanência a 95 funcionários que aguardam aposentadoria (R$ 98,7 mil) e adicional noturno a 26.808 outros, no total de R$ 2,6 milhões.

Mais de R$ 6,7 milhões foram direcionados, em dez meses, para o pagamento de verbas rescisórias a 5.965 servidores; R$ 6,5 milhões de diferença em abono pecuniário, conversão de férias em pecúnia a 211 servidores, R$ 886 mil; licença prêmio pecúnia a 8.028 servidores (R$ 43,6 milhões) e outros R$ 49,2 milhões em plantões especiais a 19.292 outros servidores.

A folha mensal de pagamento dos servidores ativos está orçada atualmente, em R$ 243,1 milhões. Dos 10.197 servidores inativos em R$ 46,6 milhões. Além disso, o Estado tem economizado R$ 17,9 milhões mensais, após a União assumir a folha dos servidores transpostos do quadro estadual para o federal.

Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments