GOVERNO DA COOPERAÇÃO ANTECIPA SEGUNDA PARCELA DO DÉCIMO PARA ESTA QUARTA, 03

Miguela Menezes
Miguela Menezes
Miguela Menezes

“Nossa, isso é ótimo! A antecipação do pagamento, principalmente nesta época, é uma atitude pensada, pois facilita o fluxo, tanto nos bancos quanto nas lojas. Se saísse tudo junto, dia 24, como estava previsto, iria ser um sufoco nos bancos, lojas, supermercados…”. Foi assim que reagiu a orientadora escolar, Miguela Menezes, ao ser informada sobre a decisão do governo estadual de antecipar, do dia 24 para esta quarta-feira (3), o pagamento da segunda parcela do 13º salário dos cerca de 60 mil servidores.

Segundo o secretário estadual de Finanças (Sefin), Gilvan Ramos, neste mês estão sendo injetados na economia estadual R$ 221,7 milhões, somando-se a segunda parcela do 13º e o salário mensal, que deverá ser disponibilizado na conta dos funcionários até o próximo dia 23, um dia antes do estabelecido no calendário anual divulgado em maio. Gilvan Ramos ressaltou, que até o dia 31, computando-se todos os meses da gestão Confúcio Moura, terão circulado no Estado pelo menos R$ 10 bilhões, só em folha de pagamento.

Para Miguela Menezes, a antecipação do 13º serve também para adiantar as compras de fim de ano, e ainda programar alguma viagem. “Mesmo havendo o comprometimento do governador de pagar o 13º, junto com o salário de dezembro, no dia 24, melhor é o dinheiro em nossa conta o quanto antes, para podermos planejar melhor as festividades”, argumentou.

“Antes, tudo era pago na véspera de Natal ou Ano Novo. Mas essa administração conseguiu elaborar um calendário que nos permite melhor planejamento de como iremos gastar nosso salário”, disse

Rai de França

, que tem 30 anos de serviços públicos, lotada na Procuradoria Geral do Estado (PGE). “Com certeza essa antecipação é de grande valia para a maioria dos servidores”, reforçou.

 

Também com 30 anos de carreira na Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), o motorista José Maria Epifânio afirmou que muitas vezes passou as festas de fim de ano sem perspectiva de receber o salário. Questionado sobre o que irá fazer com o dinheiro extra antecipado, ele revelou que pretende deixar na poupança para pagar em janeiro as compras realizadas para o Natal.

“Essa atitude do governador Confúcio Moura é muito boa, pois não deixa a gente em dúvida se vai receber ou não. Já tem uma data certa para receber. E antecipando, ainda é melhor!”, observou.

“Isso é muito importante. É a melhor notícia do dia! Vou aproveitar e adiantar também o pagamento das contas e reservar o salário de dezembro para gastar no Natal”, afirmou Josiney Cardoso, comemorando a informação juntamente com Aurenir de Almeida e Valdenor Trindade, colegas de trabalho na Superintendência Estadual de Gestão de Suprimentos, Logística e Gastos Públicos Essenciais (Sugespe).

Assim como Josiney, muitos servidores estaduais vão aproveitar para pagar as contas, abrindo crédito para as festividades de Natal e Reveillon, o que poderá resultar em mais um dado positivo para o Estado, que é a redução do endividamento das famílias. De acordo com pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) de Rondônia, realizada em parceria com a Confederação Nacional do Comércio (CNC), o endividamento das famílias de Porto Velho caiu pela segunda vez consecutiva, totalizando 21,2% no acumulado de setembro a novembro. Só nesse último mês a redução foi de 10,8% em relação a outubro.

Facebook Comments