Governo cria o 8º batalhão da Polícia Militar no município de Jaru

0
717


Confucio Moura: "Quero ve-los vivo. Não morram de forma irrefletida."

Confucio Moura fez uma orientação especial aos novos policiais para que “não morram de forma irrefletida”

Sem criar um novo batalhão da Polícia Militar há 23 anos, o governo de Rondônia instalou em Jaru o 8º batalhão da corporação, em ato realizado nessa segunda-feira (30), quando o governador Confúcio Moura assinou decreto transformando a Companhia Independente de Policiamento Ostensivo no novo BPM. Com a mudança, Jaru e região ganham mais 79 soldados, do total de 419 admitidos após curso de formação concluído na semana passada.

“Segurança pública é complexa e difícil de ser executada. Não depende apenas de efetivo, mas também da tecnologia e de participação da sociedade. Quero dizer a vocês que tudo que foi demandado de Jaru, e que estava ao meu alcance, foi atendido de pronto. A demora é burocrática, mas ela acontece rápido com nossa boa vontade. Vocês (dirigindo-se aos policiais) estão num município bom, extremamente próspero, de povo trabalhador, gente do bem. A bandidagem é minoria; temos de controlá-la dentro da lei”, disse o governador após assinar o decreto.

Confúcio Moura desejou sucesso aos policiais, e recomendou:  “Quero todo mundo vivo, não quero que se exponham, que morram de maneira irrefletida. Quero encontrar vocês de novo, e quem sabe promovê-los a cabo e a sargento ainda no nosso mandato. Quero ver vocês estudando, prosperando, construindo família e amando o nosso estado e o município de Jaru”, pontuou.

Natural de Governador Valadares (MG), o soldado Tiago Zanski, 30 anos, disse ter há muito tempo admiração pelo trabalho policial, e a oportunidade de se integrar à carreira surgiu com o concurso em 2014. Ele pretende continuar estudando e crescendo na corporação. “Me surpreendi positivamente com a Polícia Militar de Rondônia, com os tenentes e capitães; me senti motivado a continuar na carreira, algo que não pensava antes”, declarou.

Luís Rocha disse que realiza um sonho de infância ao se tornar policial

Luís Rocha disse que realiza um sonho de infância ao se tornar policial

O jaruense Francisco Vitor de Moura Melo, de 22 anos, disse que sua vontade sempre foi ser policial militar. “É o que quero para minha vida. Desde o curso falei que se a Polícia Militar fosse desmilitarizada eu não gostaria mais de ser PM. Primeiramente, claro, por ser policial, e também por ser militar. Estava morando fora de Jaru, e volto agora, é uma coincidência justamente na passagem da companhia para batalhão”, disse o novo soldado.

“Enquanto estiver aqui, vou honrar a farda”, disse Luís Carlos da Rocha, natural de Itapuã d’Oeste, 25 anos. Ele disse que realiza um sonho de infância, e que passou dificuldades, inclusive financeira, para vencer todas as etapas de admissão na Polícia Militar, destacando “muito esforço nos sete meses de academia”.

O comandante-geral da PM, coronel Enêdy Dias de Araújo, que foi responsável pelo comando do policiamento militar em Jaru durante quatro anos, disse que o governador Confúcio Moura dá ao município o mesmo status das grandes cidades de Rondônia, atendendo a uma reivindicação de 12 anos. “Só temos a agradecer pela visão futurística do governador, que promove um esforço efetivo e real da segurança pública”, disse o comandante.

Segundo o coronel Enêdy, os 79 policiais militares representam um aumento de 50% no efetivo de policiais que atendem a Jaru e entorno. São beneficiadas as comunidades de Theobroma, Machadinho d’Oeste, Governador Jorge Teixeira e os distritos de Tarilândia (Jaru), Colina Verde (Governador Jorge Teixeira) e 5º BEC (Machadinho d’Oeste).

“Esse batalhão é um sonho antigo da comunidade. É oportuna sua criação. Jaru cresceu, aumentou o índice de criminalidade, de modo que esse batalhão é muito necessário, e o governador entendeu a importância”, disse o deputado federal Lúcio Mosquini.

O deputado estadual Lazinho da Fetagro considera que para a população de Jaru é uma grande conquista, é uma ação de governo de suma importância. “Na Policia Civil também houve avanço com a lotação de perito criminal em Jaru, pedido feito ao governador e também atendido. Antes, quando tinha um acidente, algo que precisava de um perito, a espera era de horas porque tinha de vir de Ariquemes”, citou.

Tiago disse que se surpreendeu positivamente com a Polícia Militar de Rondônia

Tiago disse que se surpreendeu positivamente com a Polícia Militar de Rondônia

O 8º Batalhão da Polícia Militar de Jaru está sendo comandado pelo tenente-coronel Júlio Yago Vieira Trindade, que respondia pela Companhia Independente de Policiamento Ostensivo.  O ato de criação do batalhão contou ainda com a exoneração do cargo e sua nomeação para o outro.

Ainda nessa segunda-feira, Confúcio Moura participou no quartel da PM de Ariquemes do ato de lotação de 155 novos policiais militares. O município é sede do 7º Batalhão da PM, responsável também pelo policiamento nos municípios de Monte Negro, Buritis, Rio Crespo, Vale do Anari e Alto Paraíso.  Os demais batalhões da polícia rondoniense estão localizados em Porto Velho (1º e 5º), Guajará-Mirim (6º), Ji-Paraná (2º), Vilhena (3º) e Cacoal (4º).

Antes de deixar Jaru, o governador Confúcio Moura e comitiva visitaram as obras de construção da Praça Parque da Baixada, uma área de lazer, com playground e academia ao ar livre, cuja conclusão está prevista para 40 dias.


Fonte
Texto: Mara Paraguassu
Fotos: Marcelo Gladson
Secom – Governo de Rondônia


 

Facebook Comments