GOVERNADOR DO RIO, PEZÃO: “QUEM MATA POLICIAL DEVE FICAR BEM LONGE, DE PREFERÊNCIA EM RONDÔNIA”

PEZAOCom a onda de violência que assola o Rio de Janeiro nos últimos dias, o  governador Luiz Fernando Pezão foi enfático ao comentar mais dois ataques a PMs de UPPs. Eles querem que bandidos que matarem ou ferirem policiais sejam transferidos para presídios federais. Na manhã de quinta-feira, o PM Alisson Sturião, de 32 anos, foi baleado no maxilar durante tiroteio na Fazendinha, no Alemão. Na noite de quarta-feira, também no Alemão, outro policial, do Bope, cujo nome não foi divulgado, foi ferido por estilhaços. Quatro PMs de UPPs já foram mortos este ano e 25 teriam ficado feridos.
— Quem mata policial é um preso que deve ter um tipo de pena. A primeira é ficar longe. De preferência lá em Rondônia, Roraima, bem longe, num presídio federal — afirmou Pezão.
Ele deu a declaração durante a inauguração da 3ª Companhia Destacada da PM, no Fonseca, em Niterói. Os índices de criminalidade no município cresceram muito nos últimos meses, o que levou o prefeito Rodrigo Neves a pedir ajuda ao estado.

Fonte: Maisro.com.br com O Globo

Facebook Comments