Governador do Acre afirma que ponte sobre o Rio Madeira será concluída dentro do prazo

0
8

Presente na abertura da 8ª Rondônia Rural Show, o governador do Acre, Gladson Camelli, afirmou que, dentro do prazo estabelecido, a ponte sobre o Rio Madeira, no distrito de Abunã, será concluída ligando os estados Acre e Rondônia, pela BR-364 com o Pacífico. Ele garantiu que já existem recursos disponibilizados para a conclusão da obra e lembrou que trechos da rodovia federal devem ser duplicados, ampliando os negócios e o desenvolvimento na região.

Gladson Camelli disse ainda que, junto com o governador de Rondônia, Marcos Rocha, vem mantendo contato permanente com o governo federal, em Brasília, para que recursos sejam liberados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) para que as obras na ponte sobre o Rio Madeira não sejam interrompidas. Na opinião dele, falta muito pouco para a conclusão da obra e nada justifica uma paralisação neste momento.

Agronegócio
Segundo o governador acreano, a região da Ponta do Abunã, assim como o Estado do Acre, naturalmente estão se tornando uma grande fronteira agrícola. Para ele, a produção de café, soja e milho no estado do Acre, ao lado da criação de bovinos de raça com tecnologia importada de Rondônia, é uma realidade incontestável, além de ser o caminho natural para os produtos manufaturados alcançar os países Andinos, Estados Unidos e Ásia. 

Acompanhado pelo secretário de Agricultura Acreana, Paulo Wadt, Camelli elogiou os organizadores da 8ª Rondônia Rural Show, não escondendo que em agosto realizará uma exposição agropecuária em Rio Branco nos moldes da projetada pelo estado de Rondônia. Para ele, o sucesso na retirada da vacina contra a febre aftosa no final do ano vai beneficiar de maneira substancial a exportação de carne de Rondônia e Acre para o Mercado Comum Europeu.

Tecnicamente os dois estados estão realizando o dever de casa cumprindo todas as exigências do Ministério da Agricultura para que os produtos da região, principalmente a carne, conquistem outros mercados.

Fonte: Secom

Facebook Comments