Governador abriu seminário na Fiesp
Governador abriu seminário na Fiesp

Nesta segunda-feira (12), governador de Rondônia, Confúcio Moura, participou da abertura do seminário Rondônia Terra de Oportunidade, na sede da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp). O evento reuniu empresários e investidores de todo o Brasil, interessados nas perspectivas de crescimento do Estado nos próximos anos.

O governador destacou a importância do Estado para a economia brasileira, na história do país e na atual realidade econômica do mundo: “Rondônia é um estado sem crise, temos uma força interna de prosperidade, de não aceitar essa situação de recessão”.

Os avanços do estado foram destacados: “Estrategicamente, Rondônia está muito bem localizado na América Latina, estamos trabalhando duro para dobrar o PIB de 5 a 10 anos, estamos trabalhando a transparência de tudo o que acontece. Tiramos nota 10 em uma avaliação feita pela Controladoria Geral da União (CGU). Na saúde, somos o único estado brasileiro que aumentou o número de leitos“.

Confúcio fez um convite aos empresários presentes no evento: “Nós queremos vocês em Rondônia, nós queremos vocês investindo em Rondônia. Nós queremos gente ousada, preparada e madura”. Ao final, convocou investimento em áreas em plena expansão no estado: o comércio de peixes, já que o estado é o o maior produtor de peixe de água doce do Brasil, em armazéns para estocar soja e milho, na produção de fertilizantes, e no aumento de vôos regionais, que ajude a estimular o turismo na Amazônia. “Precisamos de inovação e fazer a marcha inversa: começar pelo interior. Está feito o meu desafio”, concluiu.

A abertura também contou com a participação dos senadores Valdir Raupp, Acir Gurgacz, do secretário-chefe da Casa Civil, Emerson Castro, e Marcelo Thomé, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero).

DIVERSIDADE DA REGIÃO NORTE

Com muito bom humor, o governador destacou alguns aspectos históricos da constituição do Estado, que recebeu pessoas de todo o Brasil. Exemplificando o quanto Rondônia é um estado especial, lembrou que os componentes da mesa são cada um de um estado brasileiro, “desbravadores e sobreviventes”.

Confúcio falou também sobre a confusão feita por muitos brasileiros, ao trocar os nomes dos estados da região Norte, mas gatantiu que isso não é um problema: “[os estados] são todos fortes e têm seu potencial”. E brincou, ao afirmar: “Eu quero vender peixe! Eu vim vender peixes a vocês”, numa alusão aos peixes da nossa região.

Leia mais:

Rondônia é o único estado que registrou crescimento na oferta de leitos pelo SUS em oito anos no País

Ranking da CGU dá nota 10 a Rondônia em transparência e combate à corrupção


Fonte
Texto: Larissa Tezzari
Fotos: Larissa Tezzari
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments