Giovanna Ewbank revelou que era “muito travada” em relação à sexualidade quando era adolescente. A apresentadora contou que teve a primeira relação sexual aos 18 anos e que via o assunto como tabu.

Em vídeo publicado em seu canal de YouTube, a apresentadora respondeu perguntas sobre relacionamentos de sua equipe.

Questionada sobre uma forma de deixar a namorada mais “solta” na cama, ela sugeriu terapia de casal. “Vocês já tentaram? Às vezes, a mulher gosta do sexo assim, mas às vezes ela pode ter alguma trava de algo por que já passou, principalmente na sociedade em que vivemos, que poda tanto as mulheres em relação ao sexo. A gente não pode nem sentar de perna aberta que já falam, ‘fecha a perna'”, disse.

“Eu já fui muito travada na minha adolescência. Fui ter minha primeira relação sexual com 18 anos e era um tabu para mim. A conversa do casal é muito importante para entender os limites de cada um, se é assim que a pessoa quer ou se gostaria de ser mais solta.”

Questionada se uma “suruba” ajudaria a apimentar uma relação depois de anos de casamento, Giovanna respondeu: “Para quem gosta, ótimo. Para mim, não ajudaria. Tenho 10 anos de relacionamento [com Bruno Gagliasso, pai de seus filhos Titi, Bless e Zyan], e cada ano está melhor. A frequência dos namoros não é tanto quanto no início, mas é mais intenso. Com os anos, vamos conhecendo melhor o que o parceiro gosta”.

Ela diz que os filhos são um dos fatores que influenciam na queda da assuidade na cama. “A gente tem de sempre tentar fazer um programa diferente, um clima diferente. Às vezes, os filhos vão dormir na avó e a gente faz um cinema. A gente tem de sair da rotina, senão fica meio chato”, contou.

Em 2013, Giovanna contou no programa “Altas Horas” que sua primeira vez foi com um rapaz com quem namorava há três meses. “Aconteceu com uma pessoa em quem eu tinha muita confiança e de quem gostava muito”, disse. Ela afirmou que não ficou nervosa e que, depois de perder a virgindade, ligou para a mãe, Débora, para contar.

Fonte: Uol

Facebook Comments