Foto: Alexandre Almeida

O Rondoniense Social Clube ganhou um importante parceiro para o projeto Centro Rondoniense de Formação de Atletas. Trata-se da empresa Gazin, que vai investir o valor de R$ 250 mil, através da Lei de Incentivo ao Esporte (nº 11438/2006). O anúncio foi feito antes da decisão do Campeonato Rondoniense Sub-17 no estádio Aluízio Ferreira, em Porto Velho.

O trabalho de articulação da proximidade entre o clube e a empresa Gazin foi realizado pelo diretor de Planejamento do Rondoniense, Ronei Schulze, com o objetivo de investir na educação e formação de atletas.

De acordo com o gerente da Gazin, Cleiton Berger, a ajuda será importante para o trabalho de formação do cidadão. “Praticamente essa ajuda busca contribuir com a formação desses atletas e também de cidadãos. O primeiro passo é acreditar no trabalho que vem sendo realizado pelo Rondoniense e bom que podemos ajudar bastante através do imposto de renda”, revelou Cleiton.

Para o presidente do Rondoniense, Antonio Tadeu, o Rondoniense Social Clube está trabalhando forte na formação de jovens atletas. “Essa é uma forma de apoio ao nosso clube através do Ministério do Esporte, fazendo com que os recursos possam ficar em nosso estado e será destinado para o investimento na formação dos nossos atletas”, frisou.

Para Ronei Schultze, demais empresas podem apoiar o Centro Rondoniense de Formação de Atletas, que está publicado no Diário Oficial da União. Já pessoas físicas também podem estar contribuindo com o projeto através do percentual de contribuição do imposto de renda devido é de 6%, e para pessoas jurídica é de 1%.

O incentivo aprovado pela Lei nº 11438/06 tem como alvo aproximadamente 100 jovens não profissionais com idades entre 11 e 20 anos.

Além da Gazin, o Grupo Rovema investiu no mês passado a importância de R$ 15.135,00, correspondente a uma fração do imposto de renda devido pelo grupo para apoiar o trabalho realizado pelo Rondoniense.

Fonte: Futebol do Norte

Facebook Comments