t1Grande movimentação marcou o percurso com o revezamento da Tocha Olímpica na capital de Rondônia que teve largada às 13h30. A concentração foi na Praça das Caixas D’Água, no centro histórico da capital, com apresentações culturais e esportivas. Depois seguiu para o Serviço Social da Indústria (Sesi), na avenida Rio de Janeiro, onde fez primeira parada.

 

t3Para garantir a segurança no evento, o Plano Tático, coordenado pelo coronel PM José Hélio Pachá, contou com as forças de segurança que envolveu as polícias civil, Militar, corpo de Bombeiros, Samu, e a Polícia Rodoviária Federal. A  Polícia Federal atuou na recepção da equipe no aeroporto. As ações foram coordenadas pela Secretaria de Segurança Pública.
A organização, a exemplo de outros Estados, concentrou três eixos de atuação: defesa, inteligência e segurança pública. O protocolo definido pela coordenação em Brasília também foi seguido. Mais de 90 profissionais de diversos órgãos foram utilizados.

Na Praça das Caixas d’água, principal símbolo da capital, um grande grupo de policiais formado por Militares, Civis, PRF acompanharam as manifestações culturais do Centro de Convivência do Idoso, e do grupo de artes marciais Taekwondo, que se apresentaram.

t2Segundo o Coordenador do evento para segurança, coronel PM Helio Pachá, não houve um incidente, sequer. “Tudo transcorreu dentro da normalidade como era esperado. Até pela estratégia de segurança montada”, observou.

 

Para o secretário de Segurança Pública do Estado, Antônio Carlos dos Reis, o sucesso do revezamento da tocha olímpica em Porto Velho se deu em função do trabalho integrado das forças de segurança pública do Estado, somado ao trabalho profissional dos organizadores que integram o comitê olímpico da Olimpíada Rio 2016.

CAIXAS D’ÁGUA

A atleta de Rondônia, Letícia, da dupla de vôlei de praia, Letícia e Maíza, foi à primeira das 165 pessoas que no percurso de 37 quilômetros, participaram do revezamento pelas ruas da zona sul, leste, norte e região central da cidade. O evento contou também com a ação da Força Nacional de Segurança.

“Pra mim foi uma surpresa receber o convite para dar início ao percurso do revezamento”, disse a jogadora de vôlei, um dos expoentes do esporte de Rondônia que se destacou em nível nacional. Letícia é de Porto Velho, mas viaja frequentemente para o Rio de Janeiro para treinar e participar dos vários circuitos e campeonatos nacionais. Já ganhou vários títulos com a parceira de quadra Maísa, disse ela.t4

 

A festa de encerramento contou com apresentação da banda Versalle. Por volta das 21 horas, no palco principal, instalado nas proximidades da Estrada de Ferro Madeira Mamoré.

 

A chama olímpica chegou a Porto Velho por volta das 10 horas da manhã desta quarta-feira (22), no Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira, de onde seguiu para a localidade ribeirinha de São Sebastião, para a primeira parada, com apresentação de Boi-Bumbá e quadrilha. Depois seguiu para a Praça das Três Caixas D`água onde ocorreu a concentração.

 

O revezamento da Tocha Olímpica percorreu as principias ruas e avenidas da cidade. O trajeto iniciou pelas ruas da região central – Carlos Gomes (Praça das Três Caixas d`águas), Rua Euclides da Cunha, Campos Sales, 07 de Setembro, Av. Calama, Av. Presidente Dutra e Farquar. Na zona Sul, percorreu – Av. Jatuarana, Rua Açaí, Três e Meio, Rua da Beira, seguindo sentido zona Norte – Av. Rio Madeira, Av. Rio de Janeiro, Rua Emídio. Na zona Leste – Av. Amazonas, Av. Mamoré, Rua Plácido de Castro, Rua José Amador dos Reis. No total o percurso somou 23 ruas.

Facebook Comments