Rosilene Pereira recebeu atendimento e elogiou o serviço

No Centro de Referência em atendimento ao coronavírus, Manoel Amorim de Matos, os primeiros pacientes começaram a chegar antes das sete horas da manhã desta sexta-feira (12). Foram encaminhados pelo Call Center para a força-tarefa montada pela Prefeitura de Porto Velho. O objetivo é ampliar o acesso da população com sintomas da Covid-19 aos serviços de saúde.

Rosilene Pereira da Silva foi uma das primeiras a chegar. Recebeu o primeiro acolhimento feito pela equipe da triagem e depois encaminhada para consulta. Ao médico, a auxiliar de serviços gerais relatou dores no corpo e cabeça, febre leve, sintomas gripais. Foi encaminhada para realizar o teste para detecção do vírus, recebeu a receita, retirou o medicamento e saiu elogiando o serviço.

 

“Tudo fica mais organizado com horário agendado. Cheguei, fui rapidamente atendida e muito bem acolhida pelas equipes médicas. Estou saindo com o serviço completo, inclusive com os remédios para continuar o tratamento em casa. Importante ter essa opção de atendimento”, relatou Rosilene.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) estruturou a força-tarefa para atender até 1.200 pacientes com horário marcado pelo Call Center. Nas unidades selecionadas para o serviço, foram oferecidas testagem para detecção do coronavírus, consulta médica e medicamento com prescrição. Serviços que são oferecidos diariamente pelo município nas unidades básicas de saúde, que atendem em média entre 500 e 600 pacientes por dia.

 

Segundo a diretora do Departamento de Atenção Básica da Semusa, Neila Zaffari, as equipes foram reforçadas em todas as unidades para atender essa maior demanda. “Ampliamos o número de profissionais para essa força-tarefa. No Manoel Amorim, por exemplo, são sete médicos por turno, com capacidade para atender até 300 pacientes em cada período”, informou.

 

A diretora reforça que os atendimentos para pacientes com sintomas da Covid-19 são permanentes e funcionam diariamente. “Quem não foi atendido nesta sexta-feira pode procurar o serviço no sábado, domingo ou qualquer outro dia da semana. As pessoas sintomáticas devem ligar no número 0800 647 5225 para agendar o atendimento médico nas unidades nas redes municipais de saúde”, explicou Neila Zaffari.

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Facebook Comments