Festa no interior: governo entrega calcário a produtores e meta é transformar região em polo piscicultor

fsta1O carregamento adquirido à nova usina de calcário de Pimenta Bueno, por meio de emenda parlamentar do deputado Lebrão, ajudará dezenas de pequenos produtores no aumento da produção agrícola, principalmente no cultivo de café e inhame, e na correção de áreas de pastagens para criação de gado de leite.

Genásio Cardoso Leal e Januário Oliveira de Andrade, dirigentes das entidades, afirmaram que o governo tem sido um grande parceiro dos pequenos produtores da região, que começou a produzir inhame em grande escala para exportação.

O governador Confúcio Moura explicou que Rondônia possui vocação para a agricultura familiar e por isso é importante firmar parcerias com as entidades de produtores para que a produção da região aumente. “Lanço aqui um desafio para que o produtor use o calcário nas áreas de pastagens para que a produção de leite aumente de 4 para 8 litros”
Confúcio também pediu aos produtores que voltem a plantar café, pois o Estado passou de uma produção de 700 mil sacas ano, no início do governo do PMDB, para 1,7 milhão sacas em 2014. “Mas nossa meta, com o apoio de prefeituras como a de São Francisco, que recebeu dezenas de máquinas, veículos e equipamentos agrícolas, é a produção de 4 milhões de sacas de café até o final de 2015”.
Confúcio Moura defendeu a transformação da região do Vale do Guaporé no maior polo estadual de produção de peixe, pela vocação e água abundante existente na região.
Segundo o secretário executivo Regional, Abrão Paulino, a região da BR-429 se transformou numa das mais prósperas de Rondônia e começou a produzir também gado, soja e peixe. O alqueire de terra – 100 por 200 metros – que há 5 anos não tinha valor agora é vendido a R$ 20 mil. “Qualquer propriedade custa hoje em torno de R$ 800 mil a R$ 1milhão”, disse Paulino.

Fonte
Texto: Abdoral Cardoso
Fotos: Daiane Mendonça

Facebook Comments