Festival de Artes resgata cultura no ambiente escolar em dez regionais de ensino de Rondônia

Festival Estudantil Rondoniaense de Artes-FERA-08-06-2016_Ítalo Rodrigo (4)

Mais três fases regionais do Festival Estudantil Rondoniense de Artes serão abertas nesta terça

Paralisado desde 2002 e relançado no ano passado, o Festival Estudantil Rondoniense de Artes (Fera) abrirá terça-feira (14) mais três fases regionais, em São Francisco do Guaporé (Guaporé), Jaru (Noroeste) e Ji-Paraná (Centro-Oeste) e Extrema (Ponta do Abunã).

“É o resgate da cultura no ambiente escolar em dez regionais de educação; é a chance de Rondônia se conhecer melhor”, definiu o gerente de educação física, esporte e cultura na Secretaria Estadual de Educação (Seduc), Ítalo Aguiar.

“Esse acréscimo de atividades escolares aproveita o potencial de todos, nas categorias infantil e juvenil, contribuindo para a sua formação”, opinou o gerente.

Cultura e esportes se dão as mãos no mesmo formato dos Jogos Escolares de Rondônia (Joer) 2016, promovidos pela Seduc. Competições de dança, edição de filmes, interpretações musicais, oficinas de fotografia e de pintura integram a programação.

Nesse ritmo e perspectiva de resgate, a Seduc planeja também recriar fanfarras e bandas marciais escolares. Até o final do ano elas receberão 60 kits com instrumentos.

“Certamente, durante o Fera teremos mais um concurso, incorporando grupos que tanto sucesso fizeram nas cidades anteriormente animadas por esses grupos”, disse Aguiar.

ONDE ACONTECE

Participam dessas fases regionais 36 municípios e diversos distritos. Os melhores de cada região se apresentarão no Teatro Estadual Palácio das Artes, em Porto Velho.

De 25 a 30 de junho as fases regionais acontecerão em Cerejeiras (Cone Sul), na Escola Tancredo de Almeida Neves; Rolim de Moura (Zona da Mata), na Escola Cândido Portinari, e Pimenta Bueno (Centro), na Escola Raimundo Euclides Barbosa.

Depois, os vencedores só entrarão em cena de 3 a 6 de novembro, na fase estadual em Porto Velho. Ela acontecerá numa única etapa, no Teatro Palácio das Artes, para o qual está previsto um workshop [reunião de serviço] de cada segmento.

“Nessa oficina, os alunos cantarão, pintarão e dançarão de manhã, à tarde e à noite, assistirão palestras e participarão de aprendizado com profissionais de renome”, explicou Aguiar, prometendo anunciá-los nos próximos meses.

SOMATÓRIA DE PONTOS

Iniciado em abril em sua fase municipal, o Fera formou atores e editou filmes no período de 1º de maio a 15 de junho, dentro da programação continuada das coordenadorias regionais de ensino. De 27 de maio a 5 de junho, abriu a fase metropolitana, em Porto Velho.

“Tanto aqui, quanto no interior, o interesse é grande, os talentos se revelam, as coordenadorias somam pontos”, observou Ítalo Aguiar.

Na semana de 31 de maio a 5 de junho começaram as fases regionais: Mamoré englobou alunos de Guajará-Mirim, na fronteira brasileira com a Bolívia, a 362 quilômetros de Porto Velho. Norte reuniu alunos de Ariquemes, a duzentos quilômetros da Capital, na região do Jamari.

“A exemplo do Joer, o Fera é amparado por lei estadual e será oficializado dessa forma, transformando-se num dos maiores legados do Governo Confúcio Moura”, disse o gerente.

São estes os municípios participantes de cada fase regional:

Guajará-Mirim [Guajará-Mirim, Nova Mamoré e distritos de Porto Velho na BR-364];

Guaporé [Costa Marques, São Francisco do Guaporé e São Miguel do Guaporé];

Zona da Mata [Alta Floresta do Oeste, Alto Alegre dos Parecis, Castanheiras, Nova Brasilândia do Oeste e Rolim de Moura];

Cone Sul [Cabixi, Cerejeiras, Colorado do Oeste Corumbiara, Chupinguaia, Pimenteiras do Oeste e Vilhena];

Centro [Cacoal, Espigão do Oeste, Ministro Mário Andreazza, Parecis, Pimenta Bueno, São Felipe do Oeste e Primavera de Rondônia];

Centro-Oeste [Alvorada do Oeste, Ji-Paraná, Ouro Preto do Oeste, Presidente Médici, Teixeirópolis, Urupá e Vale do Paraíso];

Ponta do Abunã [Abunã, Distritos de Porto Velho na BR-364, Extrema, Fortaleza do Abunã, Nova Califórnia e Vista Alegre do Abunã].

Leia mais:
Fera foi relançado com ânimo em 2015


Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Seduc
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments