Os moradores da região Central de Porto Velho estão desde o fim da tarde da última quinta-feira (27), sem o abastecimento de água potável nas residências. A notícia foi confirmada pela Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd).

Bairros como Caiarí, Olaria, Embratel, São Cristóvão, Areal Centro, Liberdade, Pedrinha, São João Bosco, Panair, KM 1, Nossa Senhora das Graças, Arigolândia, Centro, Mato Grosso e outros, tiveram o fornecimento de água interrompido.

Moradores sofrem com a falta de água em Porto Velho

Em algumas casas, moradores já têm a prática de guardar um pouco da água em reservatórios no quintal, para que caso venha faltar, estarem prevenidos. Mas nem com a reserva, foi possível garantir o abastecimento. O pouco que tinha acabou na manhã desta sexta-feira (28).

O presidente da Caerd, José Irineu, informou que continuará a falta água nesses bairros, durante todo o dia. “Temos previsão de reabastecimento até a noite de hoje”, declarou.

Falta de energia
Segundo José Irineu, o problema começou quando a rede que capta a água do Rio Madeira, e transporta para a estação de tratamento, se rompeu.

A partir daí, uma força tarefa da Caerd foi montada e os funcionários se mobilizaram para resolver o problema. No entanto, explicou Irineu, quando a situação já estava controlada por volta das 17h de quinta-feira(27), a região da estação ficou sem
energia, que só retornou na manhã de hoje.

José Irineu armou também que a rede de tratamento está em fase de processamento para começar a distribuição da água para as casas e empresas.

A região central é a principal zona da capital. Nela, estão concentradas grandes empresas do comércio rondoniense, além de órgãos públicos, como o Palácio do Governo, que abrange todas as secretarias; e também a Assembleia Legislativa e o
Tribunal de Justiça, além de outros.

A reportagem entrou em contrato com a Energisa para esclarecer o motivo da falta de energia. Segundo a comunicação, eles enviaram nota sobre o assunto.

Fonte: Rondoniaovivo

Facebook Comments