Fala Marcelo, Fala Rondônia chega ao fim: neurocientista que tinha quadro diário lamenta morte do apresentador

 

Marcelo Bennesby faleceu na segunda-feira(25) após 25 dias internado na UTI vítima de uma AVC. O seu quadro clínico agravou após ter sido infetados com a covid-19. O apresentador de 51 anos deixa a mulher, dois filhos e 1 enteada e um vazio enorme em todos os que diariamente o seguiam e escutavam suas palavras.

O neurocientista e jornalista Fabiano de Abreu, amigo e colaborador deixa a sua sincera homenagem a alguém que em tão pouco tempo conseguiu construir uma relação de amizade e confiança.

“Fala Marcelo, fala Rondônia!, era assim que iniciava meus dias com a gravação do meu “quadro diário” para o programa do Marcelo. O conhecia há pouco mais de um ano mas o tempo não mede a intensidade e a veracidade de uma relação. Eu e Marcelo tínhamos uma verdadeira afinidade e a curiosidade e sede de conhecimento que ele demonstrava a cada dia me cativava.”, lembra Abreu.

Abreu tinha participações quase diárias no programa de Marcelo e falavam de variados temas.

“O Marcelo adorava as paisagens de Portugal. E eu, sempre que me era possível gravava num local novo. O último programa que gravei e que infelizmente já não tive a oportunidade de partilhar era na neve. Dirigi 3 horas até às Serra da Estrela para lhe fazer uma surpresa”, relembra.

O neurocientista lançou recentemente um artigo em que falava precisamente de que o jornalistas eram uma classe profissional com grandes risco de sofrer de AVC.

” Marcelo era uma pessoa feliz, humilde, correta e trabalhadora. Alguém que pesquisava e gostava do trabalho perfeito. Mas o Marcelo era também uma pessoa muito ansiosa, que queria mudar o mundo. Muitas vezes o alertei para esse fator e inclusive cheguei a fazer lhe um plano sobre hábitos a adotar para que melhorasse essa questão.”, Afirma, “Contudo, não posso deixar de pensar que ele além de excelente pessoa e profissional serviu de exemplo, a todos os seus pares. É um amigo que ficará na minha memória por tudo o que me ensinou, por tudo o que partilhamos e pela sua determinação absurda de querer sempre o melhor, fazer sempre o melhor, tornar o mundo o melhor lugar possível! Minha família está triste, todos brincávamos em casa com o ‘Fala Marcelo, Fala Rondônia’, virou uma frase que ficará em nossas memórias por toda a vida. Assim como seus memes diários e divertidos no whatsapp. Falei com a Aline, sua esposa, você tem gravado, engramas, de um homem raro, eternize-o em sua memória e use sempre como exemplo de que, na vida, pessoas que marcaram, jamais são esquecidas e servem como exemplo para que se sinta confortável em saber que tiveste sorte de ter tido alguém tão único e especial. Tem pessoas que duram muitos anos em nossas vidas e que nada representam, tem as que duram menos e representam mais que muitas vidas.”

Este vídeo ganhou repercussão em uma vila portuguesa: https://www.instagram.com/tv/CG49hqmlW31/?igshid=bdhlzper1mmr

Repercussão no único jornal português da região em que ele fez homenagem:

https://paivense.pt/apos-avc-morre-de-covid-19-jovem-apresentador-brasileiro-que-fez-homenagem-a-castelo-de-paiva-no-brasil/

Referência:https://g1.globo.com/ro/rondonia/noticia/2021/01/25/morte-de-marcelo-bennesby-veja-a-repercussao.ghtml

Jennifer da Silva 

Suporte MF Press Global

Facebook Comments