FAKE NEWS: SINTERO NÃO MOSTRA IMAGENS E NEM ÁUDIO DO “AMOR”




Cinegrafista do Sintero gravou tudo

 

PORTO VELHO- 48 horas após a reunião entre o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Rondônia (Sintero) e o governo de Rondônia, as imagens e o áudio de uma suposta afirmação do secretário Chefe da casa Civil, Emerson Castro ainda não foram exibidas fartamente nas redes sociais. Em vez da verdade, propaga-se como fogo em palha seca a fake news de que Castro teria dito que “Professor tem que trabalhar por amor e não por dinheiro”. Desde quando foi espalhada a fake news, Emerson Castro vem afirmando que não disse e pediu encarecidamente que o Sintero ou quem espalhou a fake news divulgasse o áudio.

Uma foto da reunião com no site do Sintero, revela que a reunião foi toda gravada em áudio e vídeo e o sindicato dos professores não coloca nas redes sociais a frase a qual ele atribuiu ter sido dita pelo secretário Emerson Castro.

O caso trata-se de um linchamento midiático com sérias consequências políticas, sociais e familiares. Uma mentira bem contada vira uma verdade irrefutável. A não comprovação da acusação requer uma reparação moral e um pedido de desculpas, no mínimo.

O apresentador Everton Leone, em seu programa pela TV Record de Porto Velho, desafiou ao Sintero que apresente a gravação. Assista ao vídeo:

 

Facebook Comments