ERRAMOS-EXPEDITO JÚNIOR CONCEDE ENTREVISTA COLETIVA HOJE: “SOU FICHA LIMPA”

O ex-senador Expedito Júnior, candidato ao governo de Rondônia pelo PSDB, vai reunir à imprensa estadual nesta quinta-feira, 03, em Porto Velho quando vai apresentar documento que comprova que ele está apto a disputar o pleito de 2014.  A assessoria do tucano diz que, no encontro, Expedito “esclarecerá dúvidas que ainda existam com relação a sua candidatura”.

Ainda, o momento será oportuno para apresentar alguns candidatos que fazem parte do seu grupo, como o deputado estadual Neodi Carlos (PSDC), que é candidato a vice, e o deputado federal Moreira Mendes (PSD), candidato ao Senado.

Expedito Júnior: "sou ficha limpa
Expedito Júnior: “sou ficha limpa

Dos três candidatos acima citados, o único, até o momento, que está em condições reais de eleição é Neodi Carlos. Já a questão jurídica de Expedito e Moreira ainda é dúvida entre os rondonienses. O senador Ivo Cassol argumenta que o tucano está inelegível. Com relação a Moreira, acusação envolvendo passagens áreas na Assembleia Legislativa, que rola na Justiça, pode ser a “pedra no sapato” do líder estadual do PSD.

Expedito convicto
Em entrevista a um jornal do Cone Sul, Expedito é enfático quando o assunto é inelegibilidade: “Esta questão para mim e meu grupo já está fora de debate, e no próximo dia apresento meu registro oficial de candidato, sem a menor possibilidade de ser barrado em qualquer instância do Judiciário”, afirmou. Para embasar sua afirmação, ele declarou que “já existe decisões do TSE sobre todas as alíneas da Lei da Ficha Limpa, e não há nenhuma possibilidade de meus adversários tentarem me derrotar através deste subterfúgio”,  assegura.
Outra dúvida que paira sobre o grupo de Expedito é a questão da definição do candidato ao Senado. “Será mesmo Rubens Moreira Mendes, que está disposto a encarar o desafio mesmo que seja amparado por decisão liminar”, confirmou. Questionado acerca disso, uma vez que o próprio candidato ao governo já viveu amarga experiência semelhante, ele foi enfático:  “Aí você teria que falar com o Rubens. Eu sou homem de honrar compromissos assumidos, e desde o início garanti a ele que a vaga para a disputa do Senado era do PSD, ou de quem este partido indicasse. Então, se é isso que ele escolheu, assim será. Não acredito que tal questão afete a disputa ao governo, que é meu foco principal”. declarou.
Já sobre o inesperado fôlego que o governador Confúcio Moura obteve nos últimos dias, que de derrotado por antecipação voltou à cena graças a adesões de peso, Junior declarou: “Não posso falar sobre meus adversários, mas apenas em meu nome. Então, o que tenho a dizer sobre isso é que para mim tanto faz disputar contra fulano, beltrano ou contra os dois ao mesmo tempo. Tenho convicção que serei o próximo governador de Rondônia”.

O tucano ressaltou que nos últimos meses percorreu várias vezes os 52 municípios rondonienses, “e isso me fez chegar à seguinte conclusão: o povo deste Estado está descontente com tudo que vem acontecendo há muito anos, e quer mudanças desta vez”.
Finalizando, ele garantiu que o presidenciável do PSDB, Aécio Neves, virá ao Estado, e que em Rondônia o partido vencerá a disputa pela Presidência, “como já acontece há muito tempo”; e confirmou que a aliança que o acompanhará na campanha conta com 11 partidos e cerca de 200 candidatos a deputado, além de 24 para a disputa à Câmara Federal.

 

Fonte: Maisro.com com Folha do Sul, Extra de Rondônia

Facebook Comments