Estudantes brasileiros participam de protestos na Bolívia e podem ser deportados

O Governo da Bolívia telefonou para o Consulado do Brasil pedindo explicações sobre a participação de estudantes brasileiros em passeatas políticas na cidade de Cochabamba. Muitos jovens brasileiros estão aderindo aos protestos.

“A Cônsul Geral do Brasil em Cochabamba recebeu na manhã de hoje, 28 de outubro, chamada telefônica do titular da Direção Departamental de Migração (DIGEMIG), Bladimir Orellana Vásquez, para informar da estranheza causada nas autoridades bolivianas pela promoção, com a ostensiva participação de estudantes universitários brasileiros, de marcha realizada ontem, domingo, nas principais ruas e avenidas da zona norte de Cochabamba, em pretendida adesão aos protestos que setores da sociedade civil boliviana vêm realizando na cidade contra o resultado eleitoral do pleito de 20 de outubro último”, diz o informe veiculado pelo Consulado.

A DIGEMIG considerou o comportamento inadequado de parte dos estrangeiros. Os envolvidos estão sujeitos a graves consequência “como privação de liberdade, cancelamento do visto de permanência e deportação ao país de origem”.

O Consulado voltou a alertar aos brasileiros que evitem envolvimento nessas questões.

Fonte: AC 24Horas

Facebook Comments