Estudante rondoniense morre na Bolívia e família pede ajuda para fazer traslado

Familiares da jovem Natacha Vitória Gomes da Silva, de 20 anos, rondoniense que estudava medicina na Bolívia e morreu nesta quarta-feira (20), pedem ajuda para conseguir o dinheiro do traslado do corpo a Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. As informações são do Portal G1

Natacha foi diagnosticada com trombose em uma região do cérebro e teve morte cerebral. A família pede doações pelas redes sociais para o traslado e quitar as despesas do hospital em Cochabamba onde a jovem seguia internada em estado grave.

O custo apenas da unidade hospitalar, segundo conhecidos da estudante, chega a R$ 50 mil.

“Faleceu hoje (quarta-feira) na Bolívia devido a uma trombose cerebral, estudante de medicina, família simples e tradicional aqui de Ariquemes, pessoas boas que perderam uma filha e nesse momento precisam muito de nós, de nosso apoio e de nossa ajuda, pois os custos com o hospital ultrapassa o valor de R$ 50 mil, sem contar o translado e tudo mais”, disse um usuário no Facebook.

De acordo com outra internauta, Natacha foi ao médico na semana passada devido a fortes dores na cabeça. A menina ainda passou por cirurgia e estava em observação médica na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital.

Até a última atualização desta reportagem, o dinheiro para quitar as despesas e fazer o traslado ainda não havia sido arrecadado.

Amigos e familiares precisam de ajuda para pagar os custos do hospital e fazer o traslado do corpo de Natacha para Ariquemes. — Foto: Reprodução/Facebook

Amigos e familiares precisam de ajuda para pagar os custos do hospital e fazer o traslado do corpo de Natacha para Ariquemes. — Foto: Reprodução/Facebook

Facebook Comments