O projeto de um estudante do Ensino Médio de Nova Mutum Paraná, Rondônia, foi o único selecionado do Estado para participar da Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia 2019 (Mostratec – www.mostratec.com.br), que será realizada nesta semana em Novo Hamburgo (RS), de 22 a 24 de outubro. Gabriel dos Santos Mota vai expor na Mostratec um sensor de detecção de vazamento de gás GLP de baixo custo.

Aluno do Colégio Tiradentes da Polícia Militar II e também estudante do Centro de Ciência e Tecnologia de Nova Mutum Paraná, Gabriel criou um sensor que dispara alarme a partir da detecção de vazamento de gás GLP, com alcance do som de até 12 metros e duração de 10 segundos, acende uma lâmpada LED vermelha e aciona uma válvula para travar o botijão de gás. Em caso de vazamento de gás, o sensor envia uma mensagem pela internet para o dono da casa, que assim fica sabendo do problema em tempo real. Além de GLP, o equipamento ainda detecta a presença de outros gases, como propano, metano e hidrogênio.

“No meu projeto consigo fazer o equipamento a um custo de R$ 80, facilitando a oferta de equipamentos mais baratos do que os que existem hoje no mercado”, afirma. Segundo pesquisa feita pelo próprio Gabriel, sensores semelhantes chegam a custar R$ 1.200.

O projeto do estudante foi selecionado pela Mostratec com a participação de Gabriel e sua orientadora, professora Ailnete Nascimento, totalmente custeada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O evento é organizado pela Fundação Liberato e contará com a exposição de 755 projetos de pesquisa de todos os estados brasileiros e de outros 21 países, como China, Estados Unidos e Taiwan. Desse total, 420 trabalhos do Ensino Médio e da Educação Profissional Técnica de Nível Médio, 263 do Ensino Fundamental e 72 projetos da Educação Infantil.

A Mostratec anunciará no dia 25 de outubro os projetos premiados. Em seguida serão divulgados os prêmios dos patrocinadores – que podem ser a oferta de cursos de inglês ou de credenciamento para participação em outras feiras, por exemplo.

O projeto de Gabriel tem sido destaque em feiras científicas desde 2018, quando ficou em primeiro lugar na Feira de Rondônia Científica e Inovação Tecnológica (Ferocit), na categoria Ensino Médio. Com esse resultado, foi selecionado para a Expo Nacional MILSET Brasil, em Fortaleza (CE), quando conquistou o terceiro lugar na categoria Engenharias, que tinha 20 projetos concorrentes, e foi convidado a participar da MILSET AMLAT, que acontecerá em novembro de 2020 na Argentina.

Apenas 10 projetos foram selecionados pela MILSET Brasil para representar o País na Argentina e o trabalho do Gabriel é um deles. “O projeto do Gabriel é espetacular e evita acidentes domésticos, explosões de grande extensão a um baixo custo. É um menino muito inteligente, curioso. É inquieto e vai atrás das coisas”, destaca sua orientadora, Ailnete Nascimento, que é Coordenadora Pedagógica do Centro de Ciência e Tecnologia de Nova Mutum Paraná.

Centro de Ciência e Tecnologia de Nova Mutum Paraná

O Centro de Ciência e Tecnologia (CCT) de Nova Mutum Paraná foi uma iniciativa da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau, a quarta maior do Brasil. O investimento cerca de R$ 2 milhões, subsidiados com recurso do subcrédito social do BNDES, visa beneficiar jovens do entorno da Hidrelétrica e contribuir com o desenvolvimento social da região com um modelo educacional inédito e de excelência em Rondônia, atuando na formação técnica e criação de projetos de iniciação científica e inovação tecnológica

O prédio possui 1.800 m² e conta com toda a infraestrutura necessária para os estudantes, incluindo laboratórios de IoT (Internet das Coisas), robótica, informática, alimentos, biblioteca, sala de estudos e internet banda larga de alta velocidade. A atuação do CCT é no contraturno do ensino convencional e tem apoio financeiro da ESBR, por meio de convênio firmado com o Governo do Estado de Rondônia, para viabilizar os projetos dos estudantes, bem como sua exposição em eventos científicos dentro e fora do país.

“O reconhecimento do talento de Gabriel é uma prova de como vale a pena investir em educação de qualidade. Acreditamos no poder transformador da educação para o desenvolvimento regional”, afirma Júlio Freitas, Diretor Administrativo da ESBR.

A inauguração do Centro em Nova Mutum Paraná foi realizada em 6 de novembro de 2018 por meio de um convênio com o Governo do Estado de Rondônia, funciona sob a coordenação pedagógica do Colégio Tiradentes da Polícia Militar II e conta com a parceria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia. Atualmente está com 200 alunos, que em breve também terão acesso a cursos do Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional.

Serviço

Mostratec 2019

Visitação: 22 a 24 de outubro, das 13h30 às 21h

Local: Centro de Eventos Fenac, em Novo Hamburgo (RS)

Países inscritos: Brasil, Argentina, Bielorrússia, Bósnia e Herzegovina, Cazaquistão, Chile, China, Colômbia, Equador, Espanha, Estados Unidos, Itália, México, Paraguai, Peru, Portugal, Rússia, Taiwan, Tunísia, Turquia e Ucrânia.

Facebook Comments