Você está com o IPVA do seu carro atrasado e quer resolver essa questão o quanto
antes? Acompanhe este artigo e saiba como colocar o débito em dia.

Qualquer pessoa pode ter um imprevisto financeiro e acabar atrasando uma ou outra
conta. Isso é normal. Se essa situação aconteceu com você no começo do ano e você
acabou atrasando o pagamento do IPVA, não se preocupe.

Neste artigo mostraremos exatamente o que precisa fazer para colocar esse débito em
dia, sair da lista de dívidas ativas e, enfim, conseguir regularizar o licenciamento do seu
veículo. Acompanhe.

Por que é importante pagar o IPVA?

O IPVA – Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores é um tributo federal cobrado anualmente e de pagamento obrigatório para que o licenciamento, regularização anual do veículo, seja realizado.

Não pagar o IPVA significa não realizar o licenciamento, que por sua vez, além de trazer problemas com situações como compra e venda do veículo, contratação ou renovação de um seguro auto e outros, ainda pode fazer com que o veículo seja apreendido em uma blitz.

Por isso, se você está com o IPVA atrasado, invariavelmente está também com a documentação do veículo irregular e o melhor a fazer é regularizar o pagamento desse imposto o quanto antes.

Como regularizar o IPVA atrasado em Rondônia?

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que existirá uma multa e, que dependendo do estado onde você vive ela pode ser bem alta. Isso acontece porque, apesar desse imposto ser federal, os governos estaduais são livres para estabelecer suas próprias regras e margens de cobrança para ele.

No caso de Rondônia, essa multa é de 0,33% por dia de atraso, podendo chegar a até 20%, calculado de acordo com o valor atualizado do imposto.

Tendo isso em mente o passo seguinte é acessar o site do Detran – RO ou o site da Secretaria da Fazenda. Essas duas plataformas permitem acessar os débitos referentes ao seu veículo. Basta inserir o número da placa do carro e do REVANAM.

Depois de abrir a página com as pendências do seu veículo, escolha a opção referente ao IPVA e clique em “Emitir uma nova GRD” que é uma guia para regularização de débitos. Essa guia já será gerada com todos os valores atualizados.

O passo seguinte é escolher a forma de pagamento dessa dívida, que pode ser à vista ou parcelada, com a incidência de juros neste último caso. Se você desejar parcelar, deverá se encaminhar a um dos postos de atendimento da Secretaria da Fazenda para negociar.

Agora que você já emitiu a guia de pagamento do IPVA e escolheu a forma de pagamento, basta se dirigir a uma casa lotérica, posto de atendimento da Secretaria da Fazenda ou banco e realizar o pagamento.

Regularizar o pagamento do IPVA atrasado é bem mais simples do que se imagina. Em uma única tarde é possível resolver essa questão e se livrar de uma série de problemas e dores de cabeça. Por isso, se você não está com esse pagamento em dia, regularize essa situação o quanto antes e feche o ano sem preocupações.

Por Jeniffer Elaina, do Segurodeautomovel.org

Facebook Comments