Emerson Bacas ainda aguarda cirurgia em Vilhena

0
99


O atacante Emerson Bacas convive com indefinição sobre a situação sobre sua cirurgia. O jogador se contundiu no dia 27 de maio no empate do Barcelona com o Independente-PA em 0 a 0 no estádio Navegantão, em Tucuruí, pela última rodada da primeira fase da Série D do Campeonato Brasileiro 2018.

Em conversa com o Futebol do Norte, o jogador ficou com o joelho imobilizado durante aproximadamente 22 dias para não precisar fazer a cirurgia do ligamento medial colaterial. “Até agora nada da cirurgia. A do ligamento cruzado não tem como, pois tem que fazer a cirurgia. Aqui é só promessa. A gente fala com o presidente (José Luiz Pereira) e ele só fala que está correndo atrás e nada”, frisou.

Emerson Bacas ainda aguarda em Vilhena sobre sua cirurgia e também os seis meses de salários atrasados. “Não foi nada pago. Os moleques foram embora só com a passagem. Teve a menina da pizzaria que deu o dinheiro para os meninos comerem na estrada. Nós pedimos para ela, o presidente deve até ela”, lamentou.

Bacas revelou ainda que a indefinição do clube é preocupante. “Não aguento mais ficar aqui esperando. Tenho um filho de três meses e não vi meu filho esperando essa cirurgia. Pelo jeito aqui vai ser só enrolação. São dois meses sem fazer cirurgia e seis meses sem receber”, revelou.

Emerson Bacas desabafou sobre a atual situação do Barcelona: “os caras falaram muito do VEC, mas aqui está igual ao VEC. Só não está pior do que o VEC porque a gente tem onde comer e onde dormir”.

Fonte: Futebol do Norte

Facebook Comments