EMBAIXADOR DA COVID-Show de Gusttavo Lima pode desencadear terceira onda da pandemia em Rondônia

Uma Lei do deputado Eyder Brasil visa impedir o comprovante de vacina para shows no Estado

Agendado para acontecer no próximo dia 03 de dezembro no estádio Aluízio Ferreira, em Porto Velho (RO), o show do cantor Gustavo Lima pode desencadear um novo ciclo de infecções por COVID-19 na capital rondoniense, isso porquê informações obtidas com exclusividade pelo jornal JH Notícias dão conta de que não será exigida a apresentação do cartão de vacina no dia da entrada do evento.

Apenas nas últimas 24 horas o estado de Rondônia registrou onze mortes por conta da COVID-19, entre as vítimas está uma jovem de 18 anos de idade que morava em Porto Velho, essa faixa etária corresponde à uma grande parte do público do cantor que costuma fazer shows para multidões em todo o país.

Aprovado na Assembleia Legislativa de Rondônia, um Projeto de Lei do deputado Eyder Brasil (PSL) excluiu a obrigatoriedade do cartão de vacina para o ingresso em shows dentro do território rondoniense, para essa Lei, o deputado alegou o direito de ir e vir do cidadão.

De acordo com a prefeitura de Porto Velho mais de 60 mil pessoas ainda não compareceram para 1ª dose da vacina e cerca de 98 mil pessoas deixaram de completar o ciclo vacinal. Sem o controle sanitário do passaporte de vacinação, Gustavo Lima pode se tornar o “Embaixador da COVID-19” no estado de Rondônia.

A Secretaria Municipal de Saúde – SEMUSA deu início à campanha do Ministério da Saúde chamada de “Mega Vacinação”. Essa medida tem como propósito completar o ciclo vacinal da população com a 2ª dose e a dose de reforço.

Fonte: JH Noticias

Facebook Comments