Em reunião com secretários e técnicos governador Daniel Pereira pede respeito e zelo para com a coisa pública




Governador reuniu todo o secretariado hoje

Ajustar as contas do estado para facilitar a gestão do futuro governador Marcos Rocha. Foi a orientação do governador Daniel Pereira para secretários e técnicos em reunião na manhã desta quinta-feira (22), no Auditório Governador Jorge Teixeira, do Palácio Rio Madeira, em Porto Velho, para discutir os procedimentos de encerramento do exercício financeiro 2018. Ele aproveitou para pedir para que todos atuem com respeito e zelo para com a coisa pública, reforçando que em 30 anos de serviço público nunca respondeu a processo por improbidade e assim pretende concluir o mandato em um cargo importante, que decide a vida de muitas pessoas.

Conforme lembrou o chefe da Casa Civil, Eurípedes Miranda, o prazo estipulado para o fechamento das contas é 30 de novembro, o que deve ser obedecido à risca.

O governador começou citando o momento positivo de Rondônia, após superar problemas, como evitar o retorno dos policias para o quadro estadual, greve dos caminhoneiros e dívida publica, que juntos somaram mais de R$ 100 milhões de déficit, além dos precatórios, ações que tiveram à frente a Procuradoria Geral do Estado (PGE).

O esforço agora, segundo o governador, é para reduzir o impacto do Instituto de Previdência de Rondônia (Iperon) retornando para o estado a diferença das contribuições de todos os servidores transpostos para os quadros da União. Ele lembrou que o Iperon tem 34 anos de existência, mas apenas 17 anos de contribuição, pois antes os recursos eram destinados à assistência à saúde. Além disso, os próprios sindicatos entraram com ações para que os descontos fossem em cima do vencimento básico.

Ainda por meio da PGE, Daniel Pereira anunciou que foi liberada a continuidade do processo que garantirá R$ 57 milhões para a compra de equipamentos do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER), o que refletirá na próxima gestão. Ele também citou a emenda parlamentar coletiva de R$ 150 milhões em execução, um feito inédito no País.

A reestruturação do Porto Público de Porto Velho que viabilizará a exportação de toda a carne, melhorias da segurança, incluindo a Polícia Técnica; compra de equipamentos para a internacionalização do aeroporto da capital, assim como a implementação de medidas para agilizar a emissão da Certidão por Tempo de Contribuição (CTC) foram citadas pelo governo como avanços da gestão estadual.


Fonte
Texto: Veronilda Lima
Fotos: Leandro Moraes
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments