Durante o debate realizado pelo webjornal Rondoniaovivo, na noite de quinta-feira (12), em Porto Velho, o candidato a prefeito pela Coligação Cidadania 23, Rede Sustentabilidade e PDT “Porto Velho em Boas Mãos!”, Vinícius Miguel, mostrou preparo para administrar a capital de Rondônia pelos próximos quatro anos.

Com propostas concretas, que serão cumpridas em sua gestão, Vinícius Miguel mostrou ter conhecimento sobre a cidade, suas problemáticas e as ações a serem aplicadas a curto, médio e longo prazo para oferecer melhor qualidade de vida à população tanto das áreas urbanas quanto das regiões ribeirinhas, distritos e aldeias indígenas.

Saneamento

Questionando por um morador sobre o saneamento, Vinícius Miguel foi categórico ao afirmar que os problemas deste setor precisam ser tratados com um plano estratégico, com um mutirão para aprovação do Plano Municipal de Saneamento Básico. “Essa força de trabalho precisa captar projetos, viabilizar recursos, trazer a população para o controle social e pensar em outras saídas, como fossas agroecológicas para os distritos, reutilização e reciclagem dos lixos, além de transformar os córregos em horta comunitária”.

Por meio de aplicativo, o candidato defende uma gestão participativa, onde o cidadão poderá denunciar quem joga lixo nos córregos, bueiros e polui o meio ambiente.

Agricultura

Vinícius Miguel destacou a importância da agricultura para a economia de Porto Velho e de Rondônia, ressaltando a importância da valorização deste segmento. “Na minha gestão, a Secretaria de Agricultura terá pleno status de secretaria e o gestor será qualificado para o cargo”.

Fomentar a produção no campo por meio de assessoria técnica, possibilitando que a agricultura familiar possa produzir de forma plena e com escoamento da produção, está entre as metas destacadas pelo candidato. “Vamos fomentar a agroindustrialização com suporte tecnológico e promover uma verdadeira revolução no campo, fazer com que a agricultura, abandonada pelo Estado e Município, tenha assessoria, equipamentos, capacidade para produzir e entregar a produção”.

Além de fomentar o setor, Vinícius Miguel destacou a importância de cuidar da saúde do homem do campo.

Educação

Conhecedor da temática, Vinícius Miguel afirmou que é do magistério que ele tira seus proventos, de onde vêm as maiores alegrias e para onde pretender retornar assim que passar as eleições mesmo eleito.
Defendeu uma mudança profunda na educação, “fazendo bem diferente do que vem sendo feito, tanto no Estado quanto no Município”.

Destacou a importância de implantar a gestão democrática nas escolas para que os diretores sejam escolhidos pela comunidade escolar, sem indicação ou apadrinhamento político. “Que essa gestão possa ouvir a comunidade e trazer as famílias para dentro das escolas. É assim que vamos fazer em 2021”.

O candidato lamentou que os índices do Ideb (Índice do Desenvolvimento da Educação Básica) tenham atingido apenas o mínimo exigido.

Desabafo

Vinícius Miguel aproveitou o espaço para falar dos ataques que vem sofrendo durante a campanha. “A pior inundação é a incompetência, a pior enchente é dessa política podre, desses canalhas que ficam de forma sórdida atacando os adversários na calada da noite, de forma covarde, com panfletos apócrifos. Essa mucura está aqui, nesse palco”, desabafou o candidato.

Formação

Graduado em Direito e em Ciências Sociais, Vinícius Miguel é especialista em Administração Pública (CIPAD/FGV), mestre pelo Departamento de Política da Universidade de Glasgow e doutor em Ciência Política (UFRGS), quando estudou controle social e participação popular.

Fonte: Assessoria

Facebook Comments