Em audiência com ministro da Saúde, governador reivindica recursos para Rondônia

Governador Confúcio e o secretário Pimentel reuniram-se nessa quarta-feira com o ministro Marcelo Castro
Governador Confúcio e o secretário Pimentel reuniram-se nessa quarta-feira com o ministro Marcelo Castro

Solicitação de recursos para o custeio das cirurgias eletivas no Estado de Rondônia, o credenciamento do Hospital de Câncer da Amazônia para instalação do acelerador linear e a destinação de recursos para o custeio da Central de Hemodiálise de Ariquemes foram os principais assuntos tratados na audiência dessa quarta-feira (4), em Brasília, entre o governador Confúcio Moura e o ministro da Saúde, Marcelo Castro.

Sobre a Central de Hemodiálise de Ariquemes, implantada há um ano, Marcelo Castro disse que irá expedir uma portaria autorizando o repasse dos recursos referentes ao custeio de serviços do órgão, que atende a pacientes de todo o Vale do Jamari, e desde a inauguração não recebeu verba do Ministério da saúde para o custeio.

O ministro também assegurou que irá estudar o caso para autorizar a liberação de um montante, já na próxima semana, referente ao custeio das cirurgias eletivas que, segundo o secretário de Estado da Saúde Williames Pimentel, há pendências de aproximadamente R$ 2 milhões.

O secretário Pimentel também formalizou pedido de inspeção por parte do Ministério da Saúde para que o Hospital de Base Ary Pinheiro receba o certificado de hospital de ensino. “O Ary Pinheiro tem contribuído muito ao longo dos anos com a formação de médicos, enfermeiros, bioquímicos, farmacêuticos que estão graduando nas faculdades de Rondônia, e o pedido vem culminar para que o Hospital de Base entre no contexto nacional de um hospital de ponta na formação de médicos, especialista e outros profissionais de saúde”.

Quanto à reivindicação para implantar um acelerador linear dentro do Hospital de Câncer da Amazônia, que está sendo construído no município de Porto Velho, pela Fundação Pio XII, houve mobilização por parte do diretor-geral do Hospital de Barretos, Henrique Prata, com a participação de deputados e senadores de vários estados em torno da causa.

Segundo o governador Confúcio Moura, o ministro sinalizou que  o pedido será atendido. “Nós viemos aqui pedir para transferir o acelerador linear que seria instalado dentro do Hospital de Base, para o Hospital de Câncer da Amazônia, porque vai ter muita utilidade lá”, argumentou.


Fonte
Texto: Zózimo Macêdo
Fotos: Alex Nunes
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments