Eliminado do BBB21, Nego Di diz que tem sofrido ameaças de morte

Nego Di foi eliminado do Big Brother Brasil 21 na noite da última terça-feira (16/2) e, desde então, vive um choque de realidade. Rejeitado pelo público, o humorista revelou, em entrevista a Ana Maria Braga, que não está fácil encarar o mundo fora do confinamento e que sofreu ameaças de morte.

“Eu me senti devastado quando cheguei ao hotel e peguei meu celular. Ver pessoas que tu considerava amigo, te virando as costas. Artistas que eu sempre fui fã fazendo campanha contra mim ou julgando meu caráter e eles não sabem o que é viver e aquilo ali. Eu sofri muitas ameaças, de morte inclusive”, contou.

Segundo o ex-BBB, a segurança de sua família também foi colocada em risco.

“O meu filho, por exemplo, ele não pode ir à escola agora. As pessoas não têm noção do quão cruel pode ser a internet neste momento. Não acredito que eu fiz algo para ser ameaçado de morte. Para minha mãe ter medo de andar na rua”, desabafou.

O humorista procurou justificar o comportamento que adotou dentro do confinamento e disse que o reality é apenas um reflexo da sociedade.

“A gente erra o tempo todo aqui fora, só que a diferença é que não tem câmeras. Eu não sou esse mau caráter que as pessoas falam, não sou ruim. Eu estava ali correndo atrás do meu sonho de ajudar minha mãe, ajudar minha família e crescer na minha carreira”, destacou.

Nego Di assumiu que, em determinado momento, não pensava mais em levar os R$ 1,5 milhão: “Eu só pensava em sair melhor do que eu entrei. A gente está em busca de evolução o tempo todo”.

“Quando cheguei ao hotel e vi tudo que estava acontecendo no mundo aqui fora, eu cheguei a pensar: ‘Cara, nada mais fez sentido’. É como se eu não tivesse mais nada. Só fiquei mais tranquilo quando consegui falar com minha família”, afirmou.

Ao término da entrevista no Mais Você, Nego Di pediu permissão à Ana Maria Braga para mandar alguns recados. Um deles foi direcionado à mãe, que ainda não pode encontrar.

“Eu a amo muito e queria pedir desculpas se em algum momento a decepcionei ou a fiz sofrer com medo das ameaças que vinham acontecendo e eu não tinha noção. Ela é uma grande preocupação para mim. Sou filho único, de mãe solteira. Entrei no programa para conseguirmos um lugar melhor pra gente morar, uma situação diferente, mas sai em meio a um turbilhão. Vou ficar bem”, pontuou.

Fonte: Metrópoles

 

Facebook Comments